Em jogo morno, costarriquenhos comemoram empate sem gols
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em jogo morno, costarriquenhos comemoram empate sem gols

PMs apartaram princípio de confusão entre brasileiros e ingleses; Fifa proíbe reimpressão de ingressos

Seleção Universitária

24 de junho de 2014 | 16h24

PMs apartaram princípio de confusão entre brasileiros e ingleses; Fifa proíbe reimpressão de ingressos

Em uma das portas do Mineirão, cartaz da Fifa informa sobre novo procedimento para ingressos roubados ou perdidos (Gabriel Gama/Seleção Universitária)

 

Gabriel Gama – especial para O Estado de S. Paulo

BELO HORIZINTE – O futebol burocrático apresentado pelas seleções da Costa Rica e Inglaterra na tarde desta terça-feira, 24, no Mineirão, no empate sem gols, refletiu o panorama prévio esperado para a partida. Os latino-americanos já classificados abdicaram do ataque, enquanto os eliminados ingleses não pareciam fazer tanta questão da vitória.

Apesar do duelo apático, a festa maior ficou por conta dos costarriquenhos, para quem o empate garantiu a primeira colocação no grupo da morte.

Acompanhado de seu pai e outros quatro amigos, Jorge Chavarria exaltou a exibição de seu país, principalmente o setor defensivo que levou apenas um gol até agora (um pênalti marcado pelo uruguaio Cavani na primeira rodada).

“O futebol de hoje foi pior do que a gente apresentou nos dois primeiros jogos, mas o que importa é que conseguimos segurar o empate e a primeira posição. Gostei muito da atuação de nossa defesa”, disse. Chavarria está convicto que a sua seleção tem condições de passar ou da Costa do Marfim ou do Japão nas oitavas de final. “Podemos chegar às quartas. Os nossos dois possíveis adversários não têm excepcionais times. Já eliminamos três campeãs mundiais”, completou.

Mudança. Antes do início da partida, a Fifa afixou um aviso nos portões de acesso do Mineirão afirmando que não haverá reimpressão de ingressos em caso de furto e roubo, mesmo em posse do boletim de ocorrência.

Nas três primeiras partidas no estádio, aconteceram muitos casos de perda de bilhetes que culminou em confusões na porta do central de tíquetes.

Tumulto. Em meio a ingleses cantando “Hey, Jude” e brasileiros gritando “eliminado”, torcedores das duas nacionalidades iniciaram uma briga atrás do gol, à direita das cabines de imprensa. Segundo um dos PMs que interviu, a tropa de choque foi rapidamente ao local e separou os grupos envolvidos para prevenir uma confusão maior. Não houve troca de socos ou arremessos de objetos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.