Em Recife, torcedores entram em conflito com estudantes que faziam protesto na UFPE
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em Recife, torcedores entram em conflito com estudantes que faziam protesto na UFPE

Seleção Universitária

19 de junho de 2013 | 17h41

Alunos reclamaram do cancelamento das aulas, em virtude do jogo Itália x Japão, e da utilização da universidade como estacionamento

Estudante levanta cartaz em protesto contra utilização do estacionamento da UFPE como espaço para uso de torcedores da Copa das Confederações (Pedro Costa/Seleção Universitária)

 

Pedro Costa – Seleção Universitária – especial para o Estado

RECIFE – A estratégia do governo de Pernambuco para minimizar os transtornos ocorridos no transporte público, no último domingo, 16, não funcionou como deveria. Após o anúncio, com um dia de antecedência, que a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) serviria como estacionamento para os torcedores chegarem à Arena Pernambuco, alunos da instituição organizaram um protesto na tarde desta quarta-feira, 19.

Cerca de 100 estudantes se colocaram à frente dos ônibus que estavam fazendo o trajeto de 11 km entre a UFPE e a Arena Pernambuco, o que causou indignação de quem estava dentro dos veículos.

De acordo com o estudante de teatro Caio Richard, a mobilização teve origem no cancelamento das aulas, em virtude da partida Japão x Itália.

“Ao invés de se preocupar com a Copa do Mundo, as autoridades deveriam prestar atenção na educação do país. Não é indo para jogos de futebol que o povo vai se conscientizar de que precisamos melhorar o Brasil.”

Manifestantes discutem durante protesto nas proximidades da Arena Pernambuco. (Pedro Costa/Seleção Universitária)

Manifestantes discutem durante protesto nas proximidades da Arena Pernambuco. (Pedro Costa/Seleção Universitária)

Já o operador de produção Gilmar Mariano, lamentou a atitude dos manifestantes. “Sou a favor dos protestos que estão acontecendo em todo o país, mas este está sem sentido. Não é atrapalhando as pessoas que querem participar da Copa das Confederações, que eles vão conseguir o que querem”, disse.

A polícia tentou, com tranquilidade, acalmar os ânimos, mas alguns torcedores que estavam dentro dos ônibus desceram para contestar o protesto e houve confusão. Os dois grupos entraram em conflito e um estudante foi atropelado, mas sem gravidade.

Depois de quase uma hora de protestos, os estudantes decidiram dar passagem aos veículos circulares. Devido à demora, a fila para ir à Arena atingiu cerca de um quilômetro.

VEJA O VÍDEO DA CONFUSÃO ENTRE TORCEDORES E MANIFESTANTES

Tudo o que sabemos sobre:

Copa das Confederaçõesprotestosrecife

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.