Espanha massacra seleção taitiana sem dó nem piedade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Espanha massacra seleção taitiana sem dó nem piedade

Victor Costa

20 de junho de 2013 | 17h17

Com dez reservas em campo, time espanhol não teve dificuldades para golear Taiti

Torres faz o segundo de seus quatro gols (Fabio Motta/Estadão)

Torres faz o segundo de seus quatro gols (Fabio Motta/Estadão)


Fabrício Lobo – Seleção Universitária – especial para o Estado

RIO – A torcida no Maracanã até que tentou dar uma força, mas o apoio ao time do Taiti foi em vão. A Espanha massacrou a seleção taitiana por 10 a 0, com gols de Fernando Torres (4), David Villa (3), David Silva (2) e Juan Mata – seis deles já no segundo tempo.
No estádio, o clima foi de tranquilidade. Com o número de policiais passando de 200 para 800, a segurança foi bem reforçada. Todas as ruas no entorno do Maracanã tiveram acesso restrito. Apenas moradores, imprensa e torcedores com ingressos na mão foram autorizados a passar.

 Policiamento foi reforçado nas proximidades do Marcanã (Fabrício Lobo Figueira/Seleção Universitária)

Policiamento foi reforçado nas proximidades do Maracanã (Fabrício Lobo Figueira/Seleção Universitária)

 

O delegado responsável pela operação da Polícia Civil notificou apenas uma tentativa de furto antes do início do jogo.

Até os 25 minutos do primeiro tempo ainda havia torcedores chegando ao Maracanã. Mas os principais motivos eram o trânsito pesado e o atraso por conta do trabalho. O cordão de policiamento ficou mais brando depois que o jogo iniciou.

Jogo

Logo aos 4 minutos, o atacante Fernando Torres entrou na área e contou com a falha do goleiro Roche para abrir o placar. A vantagem demorou para aumentar e só veio aos 31 minutos, quando Silva recebeu um belo passe de Villa e tocou no lado direito do gol. O terceiro saiu dois minutos depois, quando Fernando Torres recebeu lançamento e driblou o goleiro taitiano para marcar seu segundo gol na partida. Querendo mostrar serviço para o técnico Vicente Del Bosque, os reservas da Roja fizeram bonito e aos 38 minutos, Silva retribuiu o passe de Villa e serviu o atacante do Barcelona, no quarto gol marcados pelos europeus.

Na segunda etapa, a Espanha não tirou o pé do acelerador e logo aos 3 minutos, Villa ampliou a vantagem, após receber cruzamento rasteiro. Oito minutos depois, Jesús Navas serviu Fernando Torres, para marcar o sexto gol. Sem a menor piedade dos taitianos, David Villa fez o seu hat-trick, após receber lançamento e passar por Roche. Ainda não contente com o resultado, Mata tabelou com Silva e fez seu primeiro na goleada. Fernando Torres marcou o seu quarto gol na partida, depois de arrancar com a bola e driblar o goleiro, assumindo a artilharia isolada da competição. O décimo gol veio aos 43 minutos, quando Silva pegou sobra na pequena área e chutou no canto do goleiro, dando números finais a partida.

Com o resultado, a Espanha garante 6 pontos na competição e deve confirmar sua classificação no próximo domingo, 23, quando enfrentará a Nigéria, na Arena Castelão. Já o Taiti, com um saldo de gols de -15, deve se despedir da competição na Arena Pernambuco, ao enfrentar a seleção do Uruguai, também no domingo, 23.

(Com colaboração de Vanderson Pimentel)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.