Fan Fest em Salvador esbarra na falta de recursos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fan Fest em Salvador esbarra na falta de recursos

Seleção Universitária

26 de maio de 2014 | 13h56

A menos de um mês do Mundial, evento não está confirmado

Ainda indefinido, evento pode acontecer no Farol da Barra (Secom/Divulgação)

 

Luiz Fernando Teixeira – especial para O Estado de S. Paulo

SALVADOR – A Fan Fest de Salvador para a Copa do Mundo corre o risco de não ocorrer. O evento ainda se encontra em fase de negociação entre a prefeitura e os patrocinadores, que não chegam a um acordo sobre quem arcará com os custos da festa na capital baiana.

“O evento está estimado entre R$ 5 milhões e R$ 6 milhões, e a prefeitura entraria com as questões de ordenamento e segurança. Por determinação do prefeito, o município não investirá muito, e se esse recurso não for suficiente, corre sim o risco de não acontecer”, afirmou Isaac Edington, secretário do Escritório da Copa em Salvador (Ecopa).

O Ministério Público da Bahia já ajuizou uma ação civil pública contra a prefeitura de Salvador para impedir o uso de recursos públicos no evento. “Dentro dos próximos dias devemos chegar a um consenso, mas existem as duas possibilidades, de acontecer ou não”, disse o secretário.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani, a festa só ocorrerá na capital baiana se for adotado um modelo diferente das outras cidades sedes. Nem mesmo o local da Fan Fest está definido ainda.

Diferente do que foi anunciado pela Fifa, o evento não deve acontecer no espaço do Aeroclube, mas sim no Farol da Barra, local onde tradicionalmente já acontecem as festas de Ano Novo da prefeitura. “Já se falou muito a esse respeito. Nós percebemos que não faria sentido fazer no Aeroclube, por ter uma estrutura inadequada”, declarou o titular da Ecopa, que ainda lembrou que os custos para sediar o evento no espaço seriam muito altos.

“O desejo do prefeito é que seja no Farol da Barra”, afirmou Edington.

Obras. A região do Farol da Barra passa por obras de requalificação que devem ser entregues até o dia 30 de junho, de acordo com a prefeitura. O projeto, que foi dividido em duas fases, prevê restrição ao uso de veículos motorizados com a utilização de um piso compartilhado para veículos e pedestres, além da implantação de bancos em todo o trecho, rampas de acesso à praia e quiosques para informações turísticas.

A primeira fase do projeto, que contemplou a Avenida Oceânica, foi concluída em fevereiro, a tempo da realização do circuito Dodô (Barra-Ondina) do carnaval.

A Fan Fest é um local para acompanhar partidas da competição, e deve contar com telões e shows com diversos artistas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: