As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

França e Nigéria enfrentarão clima seco no Mané Garrincha

Segundo previsão do tempo umidade do ar estará perto dos 40%

Seleção Universitária

29 de junho de 2014 | 17h12

Segundo previsão do tempo umidade do ar  estará perto dos 40%

Jorge Macedo – Especial para O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA – Apesar de evitar falar sobre o assunto, a seleção francesa sabe que terá uma dificuldade extra para avançar às quartas de final da Copa do Mundo: o clima seco da capital federal. De acordo com a previsão do Instituto Climatempo, a umidade do ar deverá chegar a 43% na hora do jogo. Às 13h deste domingo, 29, os termômetros da cidade registraram 28% de umidade.

França e Nigéria entraram em campo pela última vez na quarta-feira, 25. A Nigéria jogou contra a Argentina no mesmo horário da partida desta segunda-feira, 30, mas no clima frio de Porto Alegre, com temperatura na casa dos 23°C. Já os franceses enfrentaram o Equador às 17h, no Rio de Janeiro, com calor de 30°C. Segundo o instituto de meteorologia, o céu em Brasília estará aberto e sol aparecerá com intensidade, para a preocupação das duas seleções.

Durante a entrevista coletiva concedida no início da tarde deste domingo, 29, no Mané Garrincha, o técnico da França, Didier Deschamps, falou sobre a preocupação com o clima na hora do jogo. “A umidade pode sim influenciar nosso ritmo, corremos o risco de não sermos tão intensos. Não sei como o corpo dos atletas reagirá sob essas condições, mas entraremos focados”, garantiu.

O goleiro Lloris tratou de minimizar os efeitos climáticos. “O calor existe para os dois times. Os africanos estão mais acostumados, mas temos jogadores que jogam na Inglaterra. Lá os jogos são nesse mesmo horário”, destacou. A seleção da Nigéria enfrentou a baixa umidade quando esteve em Cuiabá, no dia 21. Mas, segundo o Climatempo, a situação no DF amanhã será bem mais rigorosa e deverá castigar os jogadores.

As duas seleções entram em campo às 13h, horário de Brasília, em duelo válido pelas oitavas de final. Quem vencer avança para as quartas. Em caso de empate a partida vai para a prorrogação e poderá até mesmo ser decidida por pênaltis. França ou Nigéria aguardarão o duelo entre Alemanha e Argélia para saber quem será o adversário na próxima fase.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.