As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Maracanã mantém rígido controle de acesso

Policiais checaram ingressos na entrada do estádio

Seleção Universitária

25 de junho de 2014 | 18h52

Policiais checaram ingressos na entrada do estádio

 

Lara Monsores – especial para O Estado de S. Paulo

RIO DE JANEIRO – Mais uma vez o controle de acesso ao Maracanã foi reforçado. Quem foi ao estádio sem ingresso nesta quarta-feira, 25, teve de voltar para casa. Barreiras policiais foram montadas nos principais acessos para evitar a ação de cambistas no local da partida entre França e Equador, que teve início às 17h.

Dentro do estádio, o clima foi de respeito entre as torcidas. Mais ruidosos, os franceses empurravam o time aos gritos de “Qui ne saute pas n’est pas français” (quem não pula não é francês), enquanto os equatorianos respondiam com “Sí, se puede” (sim, nós podemos).

Jogo. Com o empate entre as seleções, a França avança para as oitavas de final e o Equador, que lutou até fim da partida, volta para casa. Com a vitória sobre Honduras por 3 a 0, a seleção suíça se classificou no grupo E e também segue para a próxima fase do torneio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.