Plano de mobilidade para a Copa é apresentado em Pernambuco
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Plano de mobilidade para a Copa é apresentado em Pernambuco

Seleção Universitária

20 de maio de 2014 | 18h15

Aposta será no transporte como alternativa para a mobilidade nos dias de jogos 

A coletiva contou com a participação de três secretários de Estado (Emanuel Leite Jr/Seleção Universitária)

 

Emanuel Leite Jr. – especial para o Estado de S. Paulo

RECIFE – O Governo do Estado de Pernambuco apresentou nesta terça-feira, 20, seu plano de mobilidade para a Copa do Mundo. A entrevista coletiva contou com a participação de três secretários de Estado, além de representantes das duas empresas de transporte público que levarão os torcedores para a Arena Pernambuco – Grande Recife Consórcio e Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Com todos os ingressos vendidos, a expectativa é de receber 200 mil torcedores na Arena Pernambuco nos cinco jogos a serem realizados na cidade. Do total, 59% dos espectadores que assistirão às partidas serão estrangeiros.

Ricardo Leitão, secretário extraordinário da Copa em Pernambuco (Secopa-PE), acredita que a mobilidade na capital pernambucana e em sua região metropolitana será mais tranquila, se comparada com a Copa das Confederações. Para isso, o fato de o Estado ter decretado ponto facultativo a partir do meio-dia nos cinco dias de jogos é um dos pontos apontados como positivo. Além disso, a inauguração do Ramal Cidade da Copa criará mais uma via de acesso rodoviário, atendendo, inclusive, aos BRTs (Bus Rapid Transit).

Outro ponto destacado por Leitão foi a ampliação dos estacionamentos periféricos. Ao Parqtel, que se mostrou funcional em 2013, foram incluídos outros dois pontos. Um no Parque do Cordeiro, na zona oeste do Recife, e outro no Shopping RioMar, zona sul da cidade.

Metrô. O torcedor que optar pelo metrô terá sete estações como preferenciais para o embarque: Aeroporto, Tancredo Neves, Antônio Falcão, Joana Bezerra, Recife, Rodoviária (TIP) e Camaragibe. O desembarque de todos acontecerá na estação Cosme e Damião. Para tentar evitar os problemas ocorridos durante a Copa das Confederações, em especial no primeiro jogo entre Espanha e Uruguai, a estação funcionará com dois elevadores e duas escadas rolantes, além das rampas no fim de cada plataforma.

Quem for de metrô desembolsará R$ 7,50 pelo denominado “Bilhete da Copa”, que dá direito a ida e volta, incluindo o ônibus que fará o transporte entre a estação Cosme e Damião e a Arena. Na estação Aeroporto, entretanto, o bilhete custará R$ 8,05, por conta da utilização da passarela que liga o Aeroporto à estação.

BRT. Outro meio de transporte público que estará à disposição do torcedor é o BRT (Bus Rapid Transit), que já deveria estar em operação desde o dia 17 de maio. Contudo, seu funcionamento só se iniciará a partir do dia 7 de junho, a uma semana da primeira partida no Recife (Costa do Marfim x Japão).

Os corredores do BRT contarão com quatro estações. Do corredor Norte-Sul, que contará com quatro veículos, apenas a estação do Teminal Integrado da PE-15 (em Olinda) estará operacional, fazendo o transporte até a Rua do Sol, de onde os passageiros farão o transbordo na estação Guararapes. Já no corredor Leste-Oeste – com 46 ônibus – além da Guararapes, estarão em operação as estações Derby e Arena Pernambuco. Este será o transporte mais barato e acessível, com a passagem (pulseira) custando R$ 5. Transitando a uma velocidade média entre 40 e 50 km/h, estima-se que o BRT fará o trajeto em 40 minutos.

Estrangeiro. O Governo do Estado assegurou que irá procurar garantir a melhor estadia possível aos estrangeiros que visitarão Pernambuco. 59% dos ingressos vendidos para os jogos da Arena pernambucana foram para torcedores de fora do Brasil. Para que os estrangeiros não encontrem dificuldades de mobilidade na cidade, a Secopa-PE irá divulgar uma campanha publicitária, além de ações junto a hotéis e consulados.

A CBTU, responsável pelo metrô do Recife, inicia nesta semana o adesivamento dos mapas do metrô atualizados. Além disso, serão instalados totens, além de aplicativo para que o turista tenha acesso às informações sobre o metrô, como chegar à Arena e também aos pontos turísticos próximos às estações. O aplicativo também permitirá que o estrangeiro tire suas dúvidas na sua língua, através de um chat online com uma central de atendimento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: