Plano de segurança para a Copa é divulgado em BH
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Plano de segurança para a Copa é divulgado em BH

Seleção Universitária

28 de maio de 2014 | 17h30

Projeto conta com a participação de 30 órgãos municipais e 60 mil integrantes

Batalhão Copa, que já atuou na Copa das Confederações, reúne uma equipe de segurança ainda maior para o Mundial (Agência Minas/Divulgação)

 

Gabriel Gama – especial para o Estado de S. Paulo

BELO HORIZONTE – Cerca de 60 mil integrantes da Defesa Social atuarão no período da Copa do Mundo em Minas Gerais. Divulgado nesta quarta-feira, 28, o plano de segurança reunirá ao todo mais de 30 instituições e órgãos municipais, estaduais e federais, que trabalharão de forma conjunta no núcleo.

Além da Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG), que contará com uma força de aproximadamente 12 mil homens, o projeto envolve setores como o Corpo de Bombeiros, a Polícia Civil e Federal, a Guarda Municipal, e o Exército, entre outros. Nenhum integrante da força-tarefa tirará férias no período da Copa.

“Estamos confiantes de que as forças de segurança estão preparadas para receber esse grande evento. Houve muito planejamento, as inteligências têm trabalhado para qualificar nossas informações e temos policiais de muita qualidade”, disse o secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz.

Batalhão Copa. Há dois dias, a PM já havia apresentado o Batalhão Copa, uma equipe especializada de 2.860 policiais que atuarão na capital mineira até o dia 18 de julho, quando termina o regime especial de segurança para o Mundial. Além dos militares do Batalhão Copa, o órgão disponibilizará outros 9.200 integrantes para BH e as cidades metropolitanas Vespasiano e Sete Lagoas, municípios que receberão as seleções argentina e uruguaia, respectivamente. No total, 12.060 policiais estarão preparados para trabalhar nesses locais estratégicos e de interesse do torneio, chamados de perímetro amarelo.

“O Batalhão Copa vai aplicar duas grandes forças: uma para garantir a rotina da cidade e outra para assegurar a tranquilidade do evento. Fizemos um grande esforço na preparação e na qualificação dos nossos profissionais. Foi um trabalho realizado ao longo de vários anos”, afirmou o comandante geral da PM-MG, coronel Márcio Sant’Ana.

Na segunda-feira, 26, a equipe realizou um treinamento no Mineirão e está preparando estratégias em outros lugares de Belo Horizonte. O início oficial do trabalho do Batalhão Copa será no dia 12 de junho, data de abertura da competição internacional. Na capital, as equipes de segurança estarão espalhadas no entorno do estádio, em pontos turísticos da cidade, regiões como Savassi e Pampulha, nos centros de treinamento, nos aeroportos, hotéis, estações de mobilidade urbana e na Fan Fest do Expominas, região oeste.

Outras forças. Além do Batalhão Copa, que atuará no perímetro amarelo, a PM montou duas outras forças de segurança. A primeira, composta por 5.661 policiais, congrega unidades da Primeira Região da Polícia Militar (RPM) e ficará responsável pelas áreas verdes, ou seja, zonas externas adjacentes aos locais dos eventos.

Já a segunda força pública de 2.630 profissionais será exclusiva do perímetro vermelho e é constituída por subunidades do Comando de Policiamento Especializado (CPE). A equipe vai atuar somente nas áreas internas dos locais dos eventos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: