Protesto é marcado próximo ao Maracanã no dia do jogo entre México e Itália
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Protesto é marcado próximo ao Maracanã no dia do jogo entre México e Itália

Victor NM

14 de junho de 2013 | 21h35

Manifestação contra o aumento do custo de vida é organizada pelas redes sociais 

Victor Machado – especial para o Estado

RIO DE JANEIRO – Para dar continuidade à sequência de manifestações contra o aumento das tarifas de ônibus, internautas organizam um protesto pacífico por meio de redes sociais para este domingo, às 14h30, na estação de metrô São Cristóvão, perto do Maracanã. Desta vez, a causa da manifestação é mais ampla: o aumento do custo de vida nas cidades-sede da Copa do Mundo e a falta de investimento em saúde e educação. No mesmo dia o estádio será palco do jogo entre México e Itália, às 16h, válido pela primeira rodada da Copa das Confederações Fifa 2013.

O evento foi criado nesta sexta-feira, no Facebook, e já conta com mais de doze mil adesões. A principal reclamação por parte dos que confirmaram presença  na manifestação é o aumento da passagem de ônibus no Rio de Janeiro, que subiu de R$ 2,75 para R$ 2,95, mas também serão cobrados investimentos do poder público em outras áreas.

Assim como em manifestações semelhantes, os participantes pretendem levar cartazes para protestar pacificamente no local previamente combinado.

Em decorrência da reação violenta da polícia em casos recentes, principalmente em São Paulo, a página do protesto conta com recomendações dos manifestantes para que todos compareçam ao local com os corpos cobertos pela bandeira do Brasil. Eles se baseiam no artigo 44º do Decreto-lei nº 898, de 29 de setembro de 1969, que afirma que “destruir ou ultrajar a bandeira, emblemas ou símbolos nacionais, quando expostos em lugar público” incorre em pena de detenção, o que pode variar de dois a quatro anos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.