Reforma dos aeroportos cariocas vai custar R$ 781 milhões
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Reforma dos aeroportos cariocas vai custar R$ 781 milhões

Tiago Xavier

25 de junho de 2013 | 15h34

Parte dos recursos destinados às obras estavam previstos no PAC 2. No Galeão, melhorias vão duplicar a capacidade dos terminais de passageiros

 

Obra nos banheiros do Galeão deve ficar pronta até julho (Divulgação)

Tiago Nicacio – Seleção Universitária – especial para o Estado

RIO DE JANEIRO – Ponto-chave na infraestrutura necessária para receber a Copa do Mundo de futebol em 2014, o sistema aeroportuário brasileiro tem recebido investimentos pesados para suportar o aumento no fluxo de passageiros. Só nos dois maiores aeroportos do Rio de Janeiro, Galeão e Santos Dumont, serão gastos R$ 781,53 milhões, segundo informações da Infraero. Ainda assim, nem todas as reformas ficarão prontas a tempo do Mundial.

No Aeroporto Internacional do Galeão, as principais melhorias se concentram na reforma dos dois terminais de passageiros e na recuperação e revitalização dos sistemas de pistas e pátios. Ao todo, essas intervenções, que começaram em 2008, irão custar R$ 674,06 milhões, valor previsto na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) do Governo Federal.

Na última sexta-feira, 21, foi iniciada a reforma dos 12 banheiros do terminal 2 do Galeão, setor que tem 27% das obras finalizadas. Para esse remodelamento, que deve ficar pronto até a Jornada Mundial da Juventude, em julho, serão investidos R$ 971,7 mil.

“Os novos banheiros fazem parte dos investimentos da Infraero para melhorar o bem estar dos usuários que passam pelo aeroporto”, afirmou Emmanoeth Vieira de Sá, superintendente do Galeão.

O cronograma de obras da Infraero estima que o terminal 2 do Galeão fique pronto em abril de 2014, enquanto as pistas e pátios devem ser entregues ainda este ano, em outubro. O terminal 1, entretanto, é o mais preocupante. Dividido em setores A, B e C, ele deve ter apenas dois terços concluídos até o início do Mundial – a entrega do setor C está prevista para novembro de 2014.

Após todas as modificações, a capacidade do Galeão irá sair dos atuais 17,4 milhões de passageiros por ano para 43,2 milhões em 2014. Para o Mundial, a expectativa é que a demanda de passageiros aumente para 20,2 milhões.


Santos Dumont terá custo menor

No Santos Dumont, cuja capacidade é de 9,9 milhões de passageiros por ano, uma das obras que não ficará pronta antes do início da Copa do Mundo será a reforma do pátio de aeronaves. Ela só foi iniciada em abril deste ano, e deve ser entregue aos usuários em julho de 2015. O custo será de R$ 32, 87 milhões.

Por outro lado, a ampliação dos banheiros, estimada em R$ 288 mil, deve ser concluída ainda este mês. Essa melhoria irá aumentar de cinco para 17 o número de boxes nos sanitários masculino e feminino.

Também constam no cronograma de obras do aeroporto a instalação de dois elevadores para a torre de controle e a ligação do andar térreo entre os terminais de embarque e desembarque. O orçamento para todas essas mudanças será de R$107,47 milhões.


Confira o custo das obras nos aeroportos cariocas

Galeão

IntervençõesCustos (em reais)Previsão de entrega
Reforma do terminal de passageiros 1254,1 milhõesSetor A – setembro de 2013
Setor B – abril de 2014
Setor C – novembro de 2014
Reforma do terminal de passageiros 2316,53 milhõesAbril de 2014
Revitalização dos sistemas de pistas e pátios103,43 milhõesOutubro de 2013

Santos Dumont

 

IntervençõesCusto (em reais)Previsão de entrega
Reforma do pátio de aeronaves32,87 milhõesJulho de 2015
Ampliação dos banheiros288 milJunho de 2013
Novos balcões de check-in474,8 milConcluída
Fornecimento e montagem de esquadrias e vidros nas fachadas do lado ar e sul do terminal de desembarque950 milJaneiro de 2014
Obra de ligação do andar térreo entre os terminais de embarque e desembarque870 milFevereiro de 2014
Fornecimento e instalação de dois elevadores para a torre de controle1,35 milhãoAbril de 2014
Obras adicionais para complementação dos terminais de embarque e desembarque e sistema de pistas de taxi70,67 milhõesJaneiro de 2017

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.