Seleção do Taiti já foi goleada por Espanha e Nigéria
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Seleção do Taiti já foi goleada por Espanha e Nigéria

Machado PR

14 de junho de 2013 | 16h52

Em 2009, no mundial sub-20, equipe sofreu 21 gols em três jogos. Juvenis à época, jogadores se reencontram no Brasil

Renato Machado – Seleção Universitária

SÃO PAULO – A desconhecida seleção do Taiti vem à Copa das Confederações, nas palavras do técnico Eddy Etaeta, “para sofrer poucos gols”. A pequena ilha integrante da Polinésia Francesa ocupa atualmente a 138º colocação no ranking da Fifa – atrás da ilhota caribenha de São Cristóvão e Nevis.

Diante de seleções consagradas no futebol internacional, a atuação dos taitianos é uma incógnita, embora goleadas sejam esperadas. Integrante do grupo B, o Taiti enfrenta a Nigéria, dia 17, no Mineirão, a Espanha, dia 20 , no Maracanã e o Uruguai, dia 23, na Arena Pernambuco.

 

Em 2009, Azpilicueta e Chong Hue se enfrentaram no mundial sub-20. Suhaib Salem/Reuters

Em 2009, Azpilicueta e Chong Hue se enfrentaram no mundial sub-20. Suhaib Salem/Reuters

Goleadas

Com base no passado juvenil e amador de alguns jogadores, um prognóstico nada animador para os taitianos pode ser traçado. Em 2009, na Copa do Mundo sub-20, o destino quis que os jovens atletas de três seleções, hoje rivais na Copa das Confederações, se cruzassem nos gramados de Cairo, no Egito.

Espanha, Nigéria, Venezuela e Taiti se enfrentaram no grupo B do mundial. O Taiti foi o único que ficou na primeira fase – sofrendo 21 gols e não marcando nenhum tento se quer –, mas seus rivais não tiveram sorte e acabaram eliminados nas oitavas-de-final.

Nos confrontos, um passeio tranquilo sobre os taitianos. Contra a Espanha, 8 a 0 para os europeus. Em seguida, novamente 8 a 0, agora para a Venezuela. Fechando a participação, 5 a 0 para a Nigéria. O mais preocupante para os representantes da Oceania é o fato de que alguns atletas desta edição do mundial sub-20 também estarão presentes na Copa das Confederações.

O Taiti é a equipe que levará mais remanescentes do torneio juvenil: serão oito atletas no total (os atacantes Alvin Tehau, Chong Hue e Teaonui Tehau; os meio-campos Bourebare, Lorenzo Tehau e Atani; e os zagueiros Faatiarau e Ludivion). A Espanha conta com a presença dos laterais Azpilicueta e Jordi Alba. Já a Nigéria não possui em seu elenco ex-atletas do sub-20 nesta edição da Copa das Confederações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.