As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Universidade de Fortaleza recebe os últimos ajustes antes de ser entregue à Fifa

Tobias Saldanha

18 de junho de 2013 | 15h30

Local foi escolhido como local de treinamento da seleção do México e da Espanha; localização foi um dos fatores

Estádio de Atletismo da Universidade de Fortaleza (Seleção Universitária/Tobias Saldanha)

Tobias Saldanha – Seleção Universitária – especial para o O Estado

FORTALEZA – O Estádio de atletismo da Universidade de Fortaleza (UNIFOR) realizou as últimas adaptações para a Copa das Confederações. O local, que detém estrutura para receber a prática de Esportes Olímpicos (pista de atletismo, salto em distância, arremesso de peso) foi escolhido como um dos Centros de Treinamentos da competição.

As medidas oficiais, conhecidas como ‘padrão Fifa’ (108 m por 65 m, traves e redes do gol) foram colocadas, atendendo as exigências da entidade.

“Fora isso, compramos uma máquina de gelo,  instalamos um bebedouro, além de colocarmos tapumes nas cercanias do campo, como solicitado anteriormente pelos espanhóis”, revelou Carlos Augusto Costa, chefe do Departamento de Assuntos Desportivos (DAS) da UNIFOR.

Operários marcam as linhas para a pintura do gramado. Ao fundo, salto em distância e pista de atletismo (Tobias Saldanha/Seleção Universitária)

Inicialmente na lista de Centro de Treinamento reserva (Presidente Vargas e Centro de Treinamento do Nordeste eram os titulares), a universidade ganhou a simpatia da comissão técnica espanhola. Com a aprovação, os dirigentes da Fúria comunicaram a Fifa o interesse de treinar na instituição durante os dias em que os atuais campeões do mundo  estarão em Fortaleza se preparando para a partida contra a Nigéria, domingo, às 16 horas, na Arena Castelão.

Fachada do Estádio. Ao lado, os tapumes colocados para atender as exigências da FIFA e da Espanha (Seleção Universitária/Tobias Saldanha)

 Para Marcelo Viana, coordenador de esportes e responsável pelas obras, a UNIFOR terá condições de receber qualquer seleção. “Nossa estrutura dispõe de todos os pré-requisitos para abrigar qualquer seleção que escolha vir para cá”, afirmou.

Segundo Marcelo, além da boa estrutura da Universidade, o fato de estar localizada na região central entre o hotel e a Arena Castelão, pode ter sido um fator decisivo para a escolha dos espanhóis. “E também por ser um lugar onde a Espanha poderá ter mais privacidade”, acrescentou.

Caso a Espanha queira usar outras estruturas como o ginásio, academia, piscina ou sala de imprensa, Viana diz que não há problema, desde que a solicitação seja feita com antecedência. “Pedindo permissão até um dia antes seria o ideal”, advertiu.

Com 229 assentos, o auditório da UNIFOR foi o local escolhido pelos espanhóis para a coletiva de imprensa (Tobias Saldanha/Seleção Universitária)

México treinará na UNIFOR

Diferente do cronograma anteriormente anunciado pela Fifa, a seleção mexicana também confirmou a UNIFOR como Centro de Treinamento dos mexicanos em Fortaleza. Antes, o local previsto para os preparativos era no CETEN, a 29km da capital.

O atuais campeões olímpicos e da Concacaf tem chegada prevista na capital para às 13 h, com treino marcado para as 17h, no Estádio de atletismo da universidade.

Tudo o que sabemos sobre:

Fortalezaseleção mexicana

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.