Zagueiro Lugano critica distância entre CT do Sport e hotel: “Só queríamos um campinho por perto”
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Zagueiro Lugano critica distância entre CT do Sport e hotel: “Só queríamos um campinho por perto”

Pedro Costa

14 de junho de 2013 | 22h35

Capitão celeste prometeu muita marcação diante da Espanha

Por Pedro Costa – Especial para o Estado

RECIFE – Pense em todas as mordomias que uma seleção pode ter, quando está em fase de preparação para uma competição importante, como a Copa das Confederações -2013. Hotel cinco estrelas, boa comida, conforto. Parece perfeito. Mas, para o zagueiro Lugano, tudo isso poderia ser trocado pelo que, para ele, é mínimo que o futebol exige para ser praticado em alto nível. Um local de treinamento adequado.

Após passar o primeiro dia no Recife sem conseguir trabalhar com a bola, em virtude das chuvas, o Uruguai treinou, nesta sexta-feira (14) no Centro de Treinamentos do Sport Club do Recife. O problema é que o local fica cerca de 35 quilômetros distante do Mar Hotel, onde a Celeste está hospedada. A demora para chegar ao CT do Leão e o trânsito do Recife incomodaram o capitão uruguaio.

Lugano se mostrou surpreso com distância
para chegar ao local do treino. Foto: Pedro Costa

“Gastamos três horas para fazer o trajeto completo e com isso ficamos mais desgastados. Nós uruguaios somos muito simples. Estamos acostumados com condições não tão boas assim, mas ter um campo próximo ao hotel em boas condições é o mínimo. Faço esta crítica construtiva porque não quero que as outras seleções que vierem para o Recife passem pela mesmo situação.”

Apesar do puxão de orelha na organização, Lugano reconheceu que o treinamento foi importante para a Celeste dar continuidade à preparação para a estreia contra a Espanha.

“Foi bom poder se movimentar hoje, mesmo com o campo pesado, por conta da chuva. Estamos muito felizes de poder participar da Copa das Confederações e ter a chance de conquistar o único título que falta para a seleção uruguaia. Sabemos que a Espanha tem uma equipe muito qualificada, mas estamos com fome para enfrentá-los e sabemos que o Uruguai cresce muito quando está desacreditado pela maioria das pessoas.”

O zagueiro do Málaga-ESP, elogiou os adversários da partida de domingo (16), às 19h, e ressaltou a diferença de estilo de jogo entre espanhóis e uruguaios.

“A Espanha tem jogadores de qualidade incontestável. Se deixar, eles dominam o jogo por completo. Sabemos que a posse de bola deles é muito grande, assim como a capacidade de se movimentarem. Já nós, somos acostumados a jogar dando carrinho, disputando com força cada dividida. E não vai ser diferente agora. Vamos marcar pressão na saída de bola deles e tentar anular a estratégia adversária”, completou Lugano.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.