“Its time for AFRIKA”

jakemangin

09 Dezembro 2011 | 18h44

O nome da África do Sul escrito com “K” tem um bom motivo: Cecil Afrika está de volta aos campos. Eleito o melhor jogador de Sevens do ano, já mudou a forma de jogar da sua seleção e garantiu a campanha impecável, com três vitórias, nesta sexta-feira. A África do Sul recebeu hoje o primeiro dia de jogos da terceira etapa do Circuito Mundial de Rugby Sevens.Depois de um desempenho mediano nas duas primeiras etapas, na Australia e em Dubai, a África do Sul recuperou a forma que os levou ao título do circuito na temporada 2008-09.

Afrika, recuperado de uma lesão na costela, já mostrou o mesmo talento e habilidade do ano passado, quando foi o maior pontuador do mundo nos Sevens.Mas ainda há três jogos pela frente para os Springboks (apelido da seleção da África) neste sábado.

Com a Nova Zelândia despachando com facilidade times como a França, finalista em Dubai, a expectativa para a briga pelo título é das melhores.Fiji e Samoa também dão sinais de que querem oi troféu, com os samoanos superando com facilidade os ingleses, campeões em Dubai. Samoa, no entanto, teve dificuldades para passar pelos Estados Unidos, grande surpresa da etapa, que chegou a vencer a Argentina – única seleção sul-americana no torneio.

Como os jogos foram em uma sexta-feira e Porth Elizabeth recebe pela primeira vez o evento (antes era jogado em George) a arquibancada não estava lotada. Mas com certeza estarão amanhã, quando o estádio Nelson Mandela vai receber, em jogos de mata-mata, as melhores seleções do mundo de rugby Sevens.