2ª etapa da Tríplice Coroa é da Austrália
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

2ª etapa da Tríplice Coroa é da Austrália

Jack Robinson vence em Sunset e garante vaga no WCT 2020; Brasil coloca 5 atletas entre os 10 primeiros no geral

Thiago Blum

02 de dezembro de 2019 | 23h59

Jack Robinson, campeão do ‘Vans World Cup’- foto: WSL

Acabou a temporada 2019 do WQS.

Em um swell perfeito nas clássicas direitas de Sunset Beach, rolaram as últimas baterias do ‘Vans World Cup of Surfing’, etapa que tradicionalmente encerra o circuito mundial da divisão de acesso.

A decisão foi 50% local, 50% australiana.

E a festa foi de um estrangeiro.

Jack Robinson – foto: WSL

Com duas notas acima dos 9 pontos, Jack Robinson levantou a taça.

O local de Margaret River, no oeste da terra do surfe e dos cangurus, deixou o havaiano Ezekiel Lau – campeão do evento no ano passado – em 2º, o compatriota Ethan Ewing em 3º e a surpresa Cody Young, também do Havaí na 4ª posição.

Weslley Dantas, melhor brasileiro na etapa de Sunset (7º lugar) – foto: WSL

Weslley Dantas chegou na semifinal, terminou em 7º lugar e foi o melhor brasileiro na etapa #2 do ‘Triple Crown of Surfing’, a Tríplice Coroa Havaiana.

João Chianca também teve uma excelente performance e foi até as quartas.

O QS 10 mil derradeiro do calendário, é claro, definiu a corrida por vagas para a elite no ano que vem.

O Brasil colocou 5 atletas no top 10.

Jadson André, Yago Dora, Miguel Pupo, Alex Ribeiro e Deivid Silva.

Além de Jack Robinson – que com a vitória desta segunda terminou a temporada em 5º no geral – mais 2 representantes na bolha dos que sobem, Ethan Ewing e Connor O’Leary.

Matthew McGillivray vai estrear no WCT em 2020 – foto: WSL

O novato sul-africano Matthew McGillivray fecha a lista e é o único dos classificados que nunca fez parte do WCT.

Confira como ficou o ranking final:

  1. Frederico Morais (POR) – 26.400 pts
  2. Jadson André – 23.800 pts
  3. Yago Dora – 23.200 pts
  4. Matthew McGillivray (AFS) – 22.580 pts
  5. Jack Robinson (AUS) – 21.930 pts
  6. Alex Ribeiro – 21.580 pts
  7. Miguel Pupo – 21.000 pts
  8. Ethan Ewing (AUS) – 20.400 pts
  9. Connor O’Leary (AUS) – 19.650 pts
  10. Deivid Silva – 18.650 pts

Etapa de Sunset Beach encerrou a temporada 2019 do WQS – foto: WSL

Mais 8 brasileiros terminaram entre os 50 melhores:

Samuel Pupo (18º), Luel Felipe (26º), Jesse Mendes (27º), Weslley Dantas (33º), Ian Gouveia (36º), Krystian Kymerson (43º), Alejo Muniz (47º) e João Chianca (49º)

Próxima e última parada de 2019: Pipeline!!!
Mas no ‘Billabong Pipe Masters’, meus amigos, vale o título mundial da WSL!!!
Ítalo Ferreira, Gabriel Medina e Filipe Toledo estão na briga.
Jordy Smith e Kolohe Andino são os únicos que podem tirar o caneco do Brasil.
por @thiago_blum

Tendências: