8 x 8
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

8 x 8

Brasil tem 50% de aproveitamento no 2º dia do QS 10 mil de Portugal

Thiago Blum

25 de setembro de 2019 | 15h03

Ribeira D’Ilhas, Ericeira – foto: WSL

Swell consistente.

Altas ondas em Ribeira D’Ilhas.

E o segundo dia do ‘EDP Billabong Pro’ provou que nome não ganha bateria.

Quem ainda acha que status de ‘atleta da elite’ faz a diferença, precisa rever os conceitos.

Caio Ibelli – foto: WSL

A etapa de Ericeira, em Portugal, vale 10 mil pontos para o campeão.

E a fome por pontos derrubou vários ‘favoritos’.

Alguns tops brasileiros que estrearam, já se despediram.

São eles: Caio Ibelli, Deivid Silva, Jesse Mendes e o líder do ranking da divisão de acesso, Jadson André.

Deivid Silva – foto: WSL

Tomas Hermes, Luel Felipe, Mateus Herdy e Matheus Navarro, que também precisavam ir bem para escalar a classificação geral, também pararam pelo caminho.

No total, 8 eliminações no segundo dia de disputas.

Número idêntico ao da trupe verde e amarela que seguiu para o round 3.

Porque teve ‘peixe grande’ que não perdeu a chance de manobrar forte.

Ítalo Ferreira – foto: WSL

Ítalo Ferreira antecipou s chegada na Europa para as etapas do WCT e segue na competição.

Mas pra se ter uma ideia do nível do evento, ele ficou em segundo na sua bateria de 4 atletas, atrás de Lucas Silveira.

Peterson Crisanto e Yago Dora seguiram o caminho do potiguar.

Petersinho é apenas o número 73 na lista do WQS e necessita de um bom resultado, já que na elite está fora da bolha de reclassificação para o WCT 2020.

Campeão do US Open, Yago é o 8º no ranking de acesso.

Samuel Pupo – foto: WSL

Em ótima fase, Samuel Pupo também seguiu firme para a 3ª fase.

Com ele, os ex-tops da elite Alex Ribeiro, Alejo Muniz e Ian Gouveia.

O round 2 termina nesta quinta.

Lucas Silveira – foto: WSL

Willian Cardoso, João Chianca e Thiago Camarão ainda podem reforçar o ‘elenco’  brasileiro.

Lembrando que Miguel Pupo, Flávio Nakagima e Krystian Kymerson já haviam se garantido ontem.

A 4ª das 6 etapas 5 estrelas da temporada termina no domingo.

Enquanto isso, rola simultaneamente na Ásia outro evento do WQS.

Sri Lanka Pro, em Arugam Bay – foto: WSL

É o Sri Lanka Pro, evento 3 mil na praia de Arugam Bay.

E como sempre acontece, tem brazuca na chave.

Cainã Souza e Eduardo Motta vão estrear no round 2.

Rafael Teixeira, Wesley Santos, Pedro Neves e Victor Bernardo só entram na 3ª fase.

#tuboseaereos, claro, vai acompanhar as ações por lá.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.