Adivinha quem foi o melhor do 3º dia no Marrocos?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Adivinha quem foi o melhor do 3º dia no Marrocos?

Brasileiros dão as cartas no QS 5 mil da África

Thiago Blum

27 de janeiro de 2020 | 23h26

Thiago Camarão – foto: WSL

Dia excelente para o time brasileiro no ‘Pro Taghazout Bay’- QS 5 mil que rola em Anza Beach.

Dos nossos 9 representantes na etapa do Marrocos da divisão de acesso da WSL, 8 competiram nesta segunda-feira… e 7 confirmaram passagem para a fase 3.

O grande destaque foi Thiago Camarão

Único a fazer notas acima de 9, ele chegou aos 18,24 pontos – maior somatório do evento até agora.

Victor Bernardo e Rafael Teixeira também venceram suas baterias.

Renan Peres Pulga, Róbson Santos, Willian Cardoso e Bino Lopes passagem com o 2º lugar.

Lucas Silveira foi o único eliminado e Eduardo Motta ainda vai surfar no round 2.

Frederico Morais – foto: WSL

Acostumados às viagens ao litoral marroquino, os portugueses também se deram bem na 2ª fase.

Campeão do WQS em 2019, Frederico Morais não teve trabalho.

Surfou só duas ondas e somou 16,27.

Na mesma bateria, o brasileiro Pedro Henrique – que defende bandeira portuguesa – ficou em 2º.

Vasco Ribeiro também venceu sua disputa, também passando dos 16 pontos.

Patrick Gudauskas – foto: WSL

Ao contrário do que aconteceu no ‘Corona Open China’, em Wanning – primeiro evento valendo 5 mil pontos para o campeão em 2020 – os tops que normalmente frequentam os campeonatos da elite deram as caras em Anchor Point, um dos picos mais procurados da costa da parte norte do continente africano.

Além de Willian Cardoso e Frederico Morais, o japonês Kanoa Igarashi, os americanos Nat Young e Patrick Gudauskas e o australiano Mitch Crews também já estão na 3ª fase.

A surpresa foi a eliminação precoce do francês Joan Duru.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: