Ian versus 15
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ian versus 15

Brasil só tem um representante nas finais do QS 5 mil da Austrália

Thiago Blum

06 de março de 2020 | 10h37

Ryan Callinan (AUS) rasgando na junção rumo às oitavas de finl – foto: Thomas Bennett / WSL

Foi uma sexta-feira difícil para o time verde e amarelo em Newcastle.

Um dia de muitas eliminações no ‘Surfest Newcastle Pro’, 13º evento do calendário masculino da divisão de acesso da WSL, com status 5000.

Apenas Ian Gouveia segue em busca do título em Merewether Beach.

E ele precisou passar duas baterias para estar entre os 16 finalistas da etapa.

Ainda pelo ‘round of 48’, ficou atrás do havaiano Sebastian Zietz, mas avançou em 2º, na mesma disputa que eliminou Krystian Kymerson.

Lucas Vicente também passou pela 3ª fase, mas João Chianca se despediu precocemente.

Veio o ‘round of 24’, com 8 baterias de 3 atletas com classificação para os 2 primeiros de cada uma.

Logo na abertura, Alejo Muniz não encontrou boas ondas, somou apenas 8,10 e ficou atrás dos australianos Julian Wilson e Liam O’Brien.

Em seguida foi a vez de Samuel Pupo. Com apenas 0,17 atrás do local Billy Stairmand, também ficou em última, na batalha vencida pelo peruano Alonso Correa.

Visual do QS 5 mil de Newcastle – foto: Thomas Bennett / WSL

Ian Gouveia e Lucas Vicente competiram entre si.

Mas uma vitória de um surfista da casa, Reef Heazlewood.

Ian seguiu de novo em 2º e despachou Lucas do torneio.

Os ‘aussies’ aliás, são maioria entre os classificados das oitavas, mas Estados Unidos, África do Sul, América do Sul e Europa também estão representados.

Liam O’Brien (AUS) – foto: Thomas Bennett / WSL

Confira os confrontos:

heat 1: Julian Wilson (AUS) x Mitch Crews (AUS)

heat 2: Liam O’Brien (AUS) x Joan Duru (FRA)

heat 3: Alonso Correa (PER) x Marco Giorgi (URU)

heat 4: Billy Stairmand (AUS) x Charly Quivront (FRA)

heat 5: Kauli Vaast (FRA) x Ian Gouveia

heat 6: Reef Heazlewood (AUS) x Sebastian Zietz (HAW)

heat 7: Matt Banting (AUS) x Beyrick De Vries (AFS)

heat 8: Nat Young (EUA) x Ryan Callinan (AUS)

Pauline Ado (FRA) é uma das favoritas no feminino – foto: Thomas Bennett / WSL

A chave feminina também definiu os duelos das oitavas, com domínio ainda maior da turma da casa.

9 australianas na luta para o troféu do ‘Doyle Partners Pro’ – 8ª etapa da temporada – ficar no país.

Mas o duelo mais esperado será entre as principais favoritas do campeonato.

Duas das melhores do ranking até agora, a costa-riquenha Brisa Hennessy – líder da temporada – e a francesa Pauline Ado, número 6 na classificação geral.

heat 1: Macy Callaghan (AUS) x Dimity Stoyle (AUS)

heat 2: Keely Andrew (AUS) x Mikaela Greene (AUS)

 heat 3: Alyssa Lock (AUS) x Molly Picklum (AUS)

heat 4: Pauline Ado (FRA) x Brisa Hennessy (CRC)

Keely Andrew (AUS) é uma das 9 locais nas oitavas de final – foto: Thomas Bennett / WSL

heat 5: Isabella Nichols (AUS) x Zahli Kelly (AUS)

heat 6: Coco Ho (HAW) x Garazi Sanchez-Ortun (ESP)

heat 7: Bronte Macaulay (AUS) x Rachel Presti (ALE)

heat 8: Gabriela Bryan (HAW) x Tia Blanco (PUR)

Os campeões serão coroados no domingo em New South Wales e faturam 5000 pontos no ranking do WQS 2020.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: