ISA Games 2019
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

ISA Games 2019

Silvana Lima é vice-campeã no Japão. Ítalo Ferreira chega e detona

Thiago Blum

10 de setembro de 2019 | 16h34

Sofia Mulanovich no topo, Silvama Lima em 2º no feminino – foto: ISA / Ben Reed

Foi mais um dia de festa em Miyazaki.

Principalmente para as mulheres.

E em especial, para o Peru.

Sofia Mulanovich pode ter saído do circuito mundial e se afastado do protagonismo.

Mas nunca deixou de ser uma referência nacional.

Sofia Mulanovich: campeã do ISA Games 2019 – foto: ISA / Sean Evans

Campeã mundial em 2004 – única surfista sul-americana a alcançar o feito – ela recolocou o país no mapa internacional do surfe.

Nesta quarta, diante das melhores competidoras da atualidade, ela atropelou a concorrência e conquistou o título dos Jogos Mundiais.

A decisão foi equilibradíssima, mas toda da América do Sul.

Silvana Lima – foto: ISA / Sean Evans

Silvana Lima, que destruiu as ondas japonesas durante todo o evento, bateu na trave e terminou em segundo, com a sul-africana Bianca Buitendag em 3º e a havaiana Carissa Moore – tricampea da WSL – em 4º.

Com o fim do evento da chave feminina, o Brasil lidera o ISA World Surfing Games.

Na soma acumulada pelas 3 representantes de cada país, o time verde e amarelo tem 1860 pontos, 120 a mais que o Peru e 215 na frente dos Estados Unidos.

Ítalo Ferreira – foto: ISA / Pablo Jimenez

Outro destaque da terça-feira foi a largada da competição masculina.

E o grande nome do dia foi Ítalo Ferreira.

Roubado nos Estados Unidos, o potiguar perdeu o passaporte e quase não conseguiu regularizar a situação para embarcar para o Japão.

Mas deu tempo… em cima.

Ítalo chegou na praia com a disputa dele em andamento.

Pegou a prancha de Filipe Toledo emprestada, caiu no mar com a bateria faltando apenas 9 minutos e ainda passou em primeiro.

Encontro de campeões em Miyazaki – foto: ISA / Ben Reed

Fiipinho também começou com vitória e Gabriel Medina só estreia nesta quarta, no horário do Japão.

Outros ídolos mundiais da WSL como Jordy Smith, Julian Wilson e Kelly Slater também venceram.

por @thiago_blum

Tendências: