Medina e Slater em cena
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Medina e Slater em cena

Produções da WSL mostram bastidores das competições; você não pode perder

Thiago Blum

27 de dezembro de 2019 | 23h24

Gabriel Medina – foto: WSL

Em tempos de smartphones, tablets e câmeras de sobra, somos todos um pouco documentaristas.

O resultado é a proliferação de captação e postagens nas diversas plataformas individuais ou coletivas.

O problema é que esse volume nem sempre se converte em material de qualidade.

No surfe, todos tem suas páginas pessoais ou ligadas ao patrocinador.

Os principais atletas tem seus ‘filmakers’ particulares – especialistas ou familiares -, e praticamente todas as ações – em competições ou treinos – são disponibilizadas para fãs, jornalistas e adversários.

Jack Robinson – foto: WSL

Mas cá entre nós.

Mesmo os mais apaixonados pelo esporte das ondas se cansam com a ‘mesmice’.

Só que em 2019, a WSL trouxe uma novidade.

Um conteúdo exclusivo, possível apenas para quem está de fato lado a lado com os melhores do planeta.

São mini-docs, pequenos realities com competidores dentro de um mesmo campeonato.

A grande sacada da série ‘Sound Waves – WSL Mic’d Up’ está no próprio nome: o áudio capturado nos bastidores.

Caras como Seth Moniz, Michel Bourez e Sebastian Zietz foram personagens.

Mas os melhores capítulos são os de Gabriel Medina e Kelly Slater.

O brasileiro foi ‘perseguido’ durante a etapa de Supertubos, em Peniche.

A ideia inicial da liga era trazer momentos que poderiam desencadear o tricampeonato mundial, já que Medina tinha a chance de faturar o troféu antecipadamente em Portugal, no último evento antes do tour desembarcar em Pipeline, no Havaí.

Mas de repente, surge o momento mais comentado da temporada.

E a interferência do camisa 10 sobre Caio Ibelli transformou o episódio de muito bom… em SIMPLESMENTE IMPERDÍVEL!!

A bateria que desviou Gabriel do caminho de mais um caneco, é dissecada… antes, durante e depois.

Kelly Slater – foto: WSL

Kelly Slater foi acompanhado na piscina de seu quintal.

Uma ‘stalkeada’ completa durante a etapa do Surf Ranch de Lemoore, na Califórnia.

Interessante demais ver como o maior de todos os tempos encarou a ‘pressão e a obrigação de vencer em casa’, enfrentando além dos adversários bem mais jovens, os próprios limites .

Os vídeos são on demand.

E estão disponíveis no worldsurfleague.com

Conner Coffin, Jack Robinson, Brisa Hennessy, Courtney Conlogue, Johanne Defay e Keila Moniz também foram acompanhados e ouvidos de perto.

#ficaadica

Mesmo se você não gosta de surfe.

por @thiago_blum