Novidades no QS 2020
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novidades no QS 2020

Etapa na Nova Zelândia será a 7ª valendo 10 mil pontos

Thiago Blum

12 de setembro de 2019 | 11h05

Piha, Nova Zelândia – foto: WSL / Cory Scott

O circuito mundial da divisão de acesso é uma verdadeira viagem pelo mundo.

Com milhares de atletas dando várias voltas no planeta, atrás de pontos preciosos na busca por vaga na elite do surfe.

E a partir de 2020, quem correr as etapas do WQS terá que fazer check-in em mais um país.

É que a WSL ampliou para 7 o número de etapas com categoria máxima, valendo 10 mil para o campeão.

Com o lançamento do chamado ‘Challenger Series’, Piha Beach, na Nova Zelândia será a novidade.

E mais: será o primeiro da temporada com essa premiação.

Piha, Nova Zelândia – foto: WSL / Cory Scott

Além dos ‘Challenger Series’ , haverá eventos de 5000, 3000, 1500 e 1000, que também continuarão somando pontos no ranking do World Qualifying Series.

“Estamos empolgados em anunciar novidades para 2020. Esses eventos vão dar mais oportunidades de classificação para a elite, e maior visibilidade para a próxima geração. As mudanças também visam permitir que um número maior de atletas regionais se desenvolva através do sistema do QS”, declarou a CEO da WSL, Sophie Goldschmidt.

Calendário 2020 da WSL Challenger Series:

  • Piha, Nova Zelândia (17 a 22 de março) – masculino e feminino
  • Ballito, África do Sul (29 de junho a 5 de julho) – masculino
  • US Open / Huntington Beach, EUA (10 a 16 de agosto) – masculino e feminino
  • Pantin, Espanha (7 a 13 de setembro) – masculino e feminino
  • Ericeira, Portugal (21 a 27 de setembro) – masculino
  • Haleiwa Beach, Havaí (13 a 24 de novembro) – masculino
  • Sunset Beach, Havaí (25 de novembro a 6 de dezembro) – masculino

Tendências: