O campeão voltou (ou melhor, continua…)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O campeão voltou (ou melhor, continua…)

Ítalo Ferreira vence evento especial da WSL na França

Thiago Blum

23 de setembro de 2020 | 19h30

Mais um título para Ítalo Ferreira – foto: WSL

De Baía Formosa para Ubatuba… e título.

De Ubatuba para a França… e outro título.

Duas conquistas em 5 dias.

Pois é…

O mundo parou com a pandemia… Ítalo Ferreira… não!

E o potiguar segue colecionando troféus.

Na sexta-feira brilhou no topo do pódio na ‘Onda do Bem’, em Itamambuca.

Hoje, atropelou a concorrência em outro evento especial da temporada.n

No ‘French Rendez-Vous of Surfing’, primeira das duas etapas do mini-tour europeu criado pela World Surf League.

Ítalo Ferreira voando para o título – foto: WSL

A competição realizada em Anglet – no sudoeste francês – estava prevista para rolar até dia 25.

Mas a WSL acelerou… e os vencedores foram definidos em apenas uma dia de evento.

Para erguer o caneco, o campeão mundial do ano passado caiu na água 5 vezes.

Depois de terminar em 2º lugar no round 1, ele se recuperou e avançou ao bater o português Frederico Morais na repescagem.

Em seguida, Ítalo passou pelo tahitiano Kauli Vaast nas quartas (14,33 x 12,50) e pelo italiano Leonardo Fioravanti na semi (14,80 x 12,56).

Na decisão, outro atropelamento.

Com direito a um ‘full rotation de backside’ e o maior somatório do campeonato, ele amassou o espanhol Andy Criere: 15,57 x 11,47.

“Semana passada venci no Brasil, mas foi um evento mais descontraído. Isso aqui pareceu mais com um campeonato de verdade”, afirmou o homem da lycra amarela.

Johanne Defay, campeã no feminino – foto: WSL

No feminino, sem a presença de atletas do Brasil, o título ficou em casa.

Johanne Defay bateu a tahitiana naturalizada Vahine Ferro e garantiu a taça.

A janela para a 2ª etapa do ‘Euro Cup’, desta vez em Portugal, será aberta na segunda-feira.

Jadson André foi convidado e vai reforçar o time verde e amarelo.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.