O lado bom…
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O lado bom…

Wesley Santos aproveita a quarentena para curtir os primeiros passos da filha

Thiago Blum

11 de maio de 2020 | 20h33

Wesley Santos e família – foto: arquivo pessoal

Atleta profissional passa boa parte das carreira longe da família.

Para os surfistas, rodar o mundo em etapas do circuito mundial é uma rotina.

Mas quem disse que eles se acostumam.

O calendário oficial está parado, e a maioria está cumprindo à risca o isolamento social, uma das recomendações da Organização Mundial da Saúde no combate à pandemia do novo coronavírus.

E por pior que seja a sensação de “prisão”, existe um lado positivo e maravilhoso.

É o caso de Wesley Santos – campeão sul-americano da WSL – que espera o retorno das competições para continuar a busca uma vaga na elite mundial.

Ele cumpre a quarentena na Califórnia, onde mora com a esposa, a lutadora Mackenzie Dern, e a filha de apenas 9 meses.

E aí que está o grande barato: aproveitar ao máximo para curtir cada momento com elas.

As descobertas da pequena Moa encantam o casal, e na última semana foi o momento dela dar os primeiros passos.

Fato marcante na vida de todos os pais.

Ainda mais os de primeira viagem como é o caso dos atletas.

E justamente às vésperas do ‘Dia das Mães’.

Tudo devidamente registrado, é claro

“Foi um momento mágico, inesquecível para a gente. Ver a Moa aprendendo cada dia mais, se descobrindo dia após dia, é emocionante demais. Estamos muito felizes por estar próximos dela nesse momento, participando de tudo. É o lado bom da quarentena, ficar em casa curtindo a família”.

Falou e disse!!!

Vai lá, paizão!

Curte esse momento! Se acaba de alegria ao lado das suas meninas!

Conselho de um pai de um garoto de quase 12.

Que mesmo sempre presente, vira e mexe acredita que está perdendo algo.

O ditado que diz “que passa rápido demais”… é real!

E acredite: só melhora!!!

A cada dia, uma descoberta deliciosa.

Grande abraço, Wesley!

por @thiago_blum

agradecimento: Luca gomes / Brandpower

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.