#partiuMarrocos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

#partiuMarrocos

País africano é uma das novidades do calendário 2020 da WSL

Thiago Blum

24 de janeiro de 2020 | 19h23

Anchor Point, Taghazout Bay / Marrocos – palco da próxima etapa 5 mil do WQS

O giro mundial da divisão de acesso da WSL já está a todo vapor.

Serão muitas voltas ao redor do planeta até dezembro.

O continente africano sempre faz parte da programação, mas a próxima parada é uma das agradáveis novidades deste ano: Marrocos.

O palco será Anza Beach – Anchor Point, considerado um dos melhores ‘point breaks’ de direita do continente.

Destino procurado principalmente por surfistas da França, Espanha e Portugal.

O evento de estreia no país vale 5 mil pontos para o campeão.

O ‘Pro Taghazout Bay’ começa neste sábado.

E os brasileiros que escolheram atravessar o Atlântico, abriram mão do outro QS 5 mil da semana – o ‘Volcom Pro’ – que rola em Pipeline, no Havaí, a partir da próxima quarta-feira.

11 brasileiros estão inscritos na etapa marroquina.

Robson Santos, Renan Peres Pulga, Cainã Souza, Fernando Junior, Rafael Teixeira e Eduardo Motta vão disputar o primeiro round.

Lucas Silveira, Bino Lopes, Willian Cardoso, Thiago Camarão e Victor Bernardo estreiam na 2ª fase.

Nomes conhecidos da elite mundial também vão começar a busca por pontos na temporada.

Kanoa Igarashi, Frederico Morais, Leonardo Fioravanti, Joan Duru e Nat Young confirmaram presença.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.