Phil Rajzman no Ceará
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Phil Rajzman no Ceará

Bicampeão mundial participa do Brasileiro em Jericoacoara

Thiago Blum

09 de dezembro de 2020 | 19h42

Phila Rajzman desfilando estilo – foto: Mário Nardy

Chegou a vez dos pranchões invadirem as paradisíacas praias cearenses de Jericoacoara.

De quinta a domingo, rola o ‘VI Jeri Longborad Surf Festival’.

Única etapa do campeonato brasileiro da modalidade na temporada.

Phil Rajzman, bicampeão mundial em 2007 e 2016, é o principal nome do evento.

Com ele, feras como Théo Cabeleira, santista expoente da novíssima geração.

Jefson Silva, vice da etapa de Nova Iorque da WSL e campeão do torneio no Ceará em 2019.

E Rodrigo Sphaier, que atualmente mora em Portugal e campeão da última etapa do circuito mundial 2019.

O festival define os campeões profissionais das categorias masculina e feminina de 2020.

Essa é a 2ª vez que Rajzman vai correr a prova de Jeri.

Nesta vez com uma companhia especial: Coral, sua filha de 9 meses.

“Fiquei encantado com Jericoacoara, bem rústico. As ondas de lá são incríveis, parece até que se está fora do Brasil, se compararmos com outros lugares do país. Onda perfeita abre do início ao fim. Minha filha será minha principal motivação neste tour. Outro incentivo são as pranchas que desenvolvo para uso próprio e, também, para comercialização no Brasil. Essa é a primeira competição com as minhas próprias pranchas e estou muito satisfeito com o resultado dos meus equipamentos”.

foto: Mário Nardy

Realizado pela CBSurf (Confederação Brasileira de Surfe), o ‘VI Jeri Longborad Surf Festival’ conta também com atletas internacionais.

As categorias em disputa são:

– Profissional: Masculino e Feminino;

– Amadores: Júnior (18-); Master (35+); Legends (50+); Super Legends (55+); Open Feminino (sem limite de idade) e Open Masculino (sem limite de idade);

– Kids/Social (para crianças da comunidade); Masculino, Feminino e Open; Iniciante Masculino; Iniciante Feminino (exclusiva para os integrantes do Clube de Longboard do Ceará e convidados);

– Surfe Adaptado: exibição do ‘Projeto Sonhando Sobre as Ondas’, do surfista Francisco Atanásio Bichinho, um dos maiores ativistas do surfe adaptado no Brasil e no mundo;

– e Desafio da Pedra Furada: Remada competitiva e Passeio.

A premiação da categoria Profissional será de R$ 20 mil em dinheiro, divididos igualmente entre homens e mulheres.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.