Sabe quem não tem medo de tubarão?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sabe quem não tem medo de tubarão?

Craque das ondas 'reencontra os amigos' em documentário

Thiago Blum

20 de janeiro de 2020 | 23h37

O australiano Mick Fanning tem uma relação digamos… particular com eles.

Respeito, medo e ondas divididas… como dizem por aí: “tudo junto e misturado”.

A imagem durante a etapa de 2015 em Jeffreys Bay, África do Sul, é inesquecível.

A luta para se livrar do ataque na bateria decisiva diante do amigo Julian Wilson, foi mostrada ao vivo.

A reação foi rápida e precisa… típica de quem reage pela sobrevivência.

Mas quem assistia na praia ou na TV, precisou respirar fundo até ter a certeza que ele sairia da água ileso, sem um arranhãozinho sequer.

Reveja o momento aqui:  https://www.youtube.com/watch?v=8i-OfEAWpA0

Pois é.

Depois de passar por essa experiência ao mesmo tempo verdadeira e ‘surreal’, seria absolutamente compreensível que MF nunca mais quisesse ver um tubarão.

Mas ao invés de evitá-los, o tricampeão mundial se uniu ao diretor Taylor Steele e à National Geographic para um novo documentário.

Filmado em vários países – locais como Gold Coast, Miami e Bahamas – ‘Save This Shark’ seguirá Fanning, enquanto ele passa tempo com quatro dos principais especialistas em tubarões do mundo.

O objetivo é entender melhor o papel que os animais desempenham nos ambientes marinhos.

Para o ídolo de várias gerações, trata-se de “uma jornada pessoal para eu me reconectar com os tubarões de uma maneira mais amigável”.

Ele completa dizendo que “os tubarões são animais mágicos e místicos e não sabemos o suficiente sobre o que eles fazem pelo meio ambiente”.

A produção deverá estar disponível no final do ano.

Com 22 vitorias da principal divisão da WSL, Mick Fanning venceu os mundiais de 2007, 2009 e 2013.

E deixou o circuito em 2018.

por @thiago_blum

Tudo o que sabemos sobre:

wslMick Fanningsurfetubarões

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: