Samuel Pupo campeão em Portugal!!!!!!!!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Samuel Pupo campeão em Portugal!!!!!!!!

Título em Ericeira coloca o paulista no Top 10 do WQS

Thiago Blum

29 de setembro de 2019 | 14h17

Samuel Pupo – campeão do QS 10 mil de Ericeira – foto: WSL

Não tem pra ninguém!!!

Só Brasil no alto do pódio nas principais etapas da divisão de acesso.

Neste domingo foi a vez de Samuel Pupo.

Com uma campanha perfeita desde o round 1, Samuca venceu a etapa 10 mil na praia de Ribeira D’Ilhas e entrou para o seleto rol dos campeões de eventos prime do WQS.

Samuel Pupo – foto: WSL

A sonhada dobradinha verde e amarela não rolou, mas Samuel garantiu a festa tupiniquim na terra de nossos ‘patrícios’.

Neste domingo forma apenas três baterias do ‘EDP Billabong Pro’, todas com duelos Brasil x Austrália.

Nas semifinais, Pupo fez um 8,50 e  eliminou Jacob Willcox.

Yago Dora – foto: WSL

Em seguida, Yago Dora fez a nota mais alta do dia (8,80), mas faltou uma segunda onda forte e ele acabou eliminado pro Stuart Kennedy por 0,20.

Com o 3º lugar, Dora ganhou 6 posições e pulou para a vice-liderança do WQS, com reclassificação praticamente certa para o WCT 2020.

Samuel Pupo voando para o título – foto: WSL

Na decisão, nervosismo sim,, mas sem grandes complicações dentro da água.

Samuel Pupo fez duas notas acima dos 8 pontos e praticamente não foi ameaçado por Stuart Kennedy.

Final: 16,57 x 12,80

Com o troféu, o surfista paulista escalou o ranking.

Ganhou impressionantes 30 posições e se colocou pela primeira vez entre os 10 melhores na pontuação geral

E o time brasileiro manteve os 100% de aproveitamento nas etapas 10 mil em 2019.

Em Ballito, na África do Sul, vitória de Deivid Silva.

No US Open, em Huntington Beach, na Califórnia, Yago Dora campeão.

Há duas semanas, Miguel – o irmão mais velho da ‘Ohana Pupo’ – levantou a taça em Pantín, na Espanha.

E agora, Samuel no topo.

Miguel Pupo celebra a conquista do irmão mais novo – foto: WSL

Com tantos títulos, o domínio do ranking não podia estar em outras cores.

10 atletas garantem vagas na elite no ano que vem via WQS.

Se a temporada terminasse agora, 6 brazucas estariam na lista.

Confira o ranking atualizado:

  1. Jadson André – 22500 pts
  2. Yago Dora – 22460 pts
  3. Alex Ribeiro – 21580 pts
  4. Miguel Pupo – 21000 pts
  5. Jake Marshall (EUA) – 17950 pts
  6. Frederico Morais (POR) – 17450 pts
  7. Jorgann Couzinet (FRA) – 17310 pts
  8. Connor O’Leary (AUS) – 17150 pts
  9. Samuel Pupo – 17140 pts
  10. Deivid Silva – 16850 pts

Faltam 11 etapas para o término do circuito da 2ª divisão.

Só que as pontuações de 9 deles são baixas e a definição vai mesmo acontecer no Havaí, onde rolam os dois últimos eventos do ano.

O ‘Havaiian Pro’, em Haleiwa, e o ‘Vans World Cup’, em Sunset Beach, valendo 10 mil cada.

Afinal, é isso.

Quem quer estar na elite, precisa ser protagonista no principal arquipélago do surfe mundial.

Victor Bernardo – 3º colocado no QS 3 mil do Sri Lanka

Neste domingo, terminou também o QS 3 mil no Sri Lanka.

E faltou pouco para mais uma conquista brasileira.

Victor Bernardo foi até a semifinal do ‘SO Sri Lanka Pro’.

Rafael Teixeira também chegou no último dia de disputas, mas terminou na 5ª colocação.

Mitch Parkinson, campeão do QS 3 mil do Sri Lanka – foto: WSL

Na decisão do evento asiático, Mitch Parkinson – algoz de Bernardo e primo do ex-campeão mundial Joel – foi perfeito nas direitas de Arugam Bay.

Tirou o único 10 do torneio, somou 19,17 de 20 possíveis, bateu o indonésio Oney Anwar e levantou o caneco.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.