Só 3 brasileiros com chances de título
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Só 3 brasileiros com chances de título

QS 10 mil de Portugal chega na reta final

Thiago Blum

27 de setembro de 2019 | 20h19

Alex ribeiro – foto: WSL

As ondas de Ribeiara D’Ilhas continuam bombando com qualidade.

E a briga pelo título do ‘EDP Billabong Pro’ – 4ª etapa 10 mil do WQS 2019 que rola em Portugal – não permite erros.

Nesta sexta, rolaram baterias dos rounds 3, 4 e 5.

E apenas 3 brasileiros sobreviveram.

Lucas Silveira, Peterson Crisanto, Ian Gouveia, Thiago Camarão, Willian Cardoso e João Chianca pararam aina na 3ª fase.

Alejo Muniz – foto: WSL

Miguel Pupo – um dos favoritos ao título – e Alejo Muniz foram eliminados no round 4.

Juntos na mesma bateria, Yago Dora e Alex Ribeiro seguraram firme a bandeira verde e amarela.

Além de Samuel, irmão mais novo da família Pupo.

Os três caem na água pelas oitavas de final neste sábado, valendo pontos valiosíssimos na corrida pelo acesso à elite em 2020.

Samuel Pupo – foto: WSL

Alex começou a etapa 5 estrelas de Portugal em 3º na classificação geral, 5 posições a frente de Yago.

Como vão se enfrentar, só um vai seguir com chances de abocanhar o troféu.

Hoje, Alex tirou a nota mais alto do campeonato (9,83).

Vai ser uma repetição do confronto semifinal do US Open há pouco menos de dois meses.

Yago venceu na Califórnia por 0,61, bateu o australiano Liam O’Brien na decisão e subiu no lugar mais alto do pódio.

Samuel está em grande fase.

Na semana passada, terminou em 9º semana na Ilha dos Açores.

É o número 39 do ranking e com certeza vai subir várias posições.

Vencedores das 3 baterias já disputadas da fase 5 os australianos Ethan Ewing e Jacob Willcox, e o sul-africano Matthew McGillivray já estão garantidos nas quartas de final.

O bicho vai pegar.

Arugam Bay, Sri Lanka – foto: WSL

Enquanto isso, muita ação de alto nível também na Ásia, com o QS 3 mil do Sri Lanka.

Dos 3 brasileiros que disputaram a 3ª fase na praia de Arugam Bay, foram duas classificações e uma eliminação.

Rafael Teixeira – foto: WSL

Rafael Teixeira e Victor Bernardo seguem vivos.

Wesley Santos ficou se despediu.

Assim como a etapa portuguesa, o ‘So Sri Lanka Pro’ está programado para terminar no domingo.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.