Teahupo’o Olímpico
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Teahupo’o Olímpico

Tahiti é confirmado como sede do surfe nos Jogos de Paris 2024

Thiago Blum

08 de dezembro de 2020 | 00h26

Gabriel Medina em Teahupo’o – foto: WSL

Não é novidade.

Mas agora é oficial.

Essa linda, mítica e poderosa esquerda vai receber o surfe nos Jogos Olímpicos.

Verdade que Teahupo’o fica a mais de 16 mil quilômetros de Paris, sede da Olimpíada de 2024.

Mas o Tahiti é uma possessão francesa.

Parte dos classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2021 – foto: WSL

E como no período programado das competições (26 de julho a 11 de agosto), o litoral francês normalmente não recebe as condições consideradas ideais, o Comitê Local escolheu as ondas da Polinésia Francesa.

A ideia é que as baterias rolem na primeira semana dos jogos, para os atletas terem a oportunidade de curtir os dias seguintes na Vila Olímpica de Paris, além de participarem da Cerimônia de Encerramento.

Até o ano passado, Teahupo’o só recebia etapas do tour masculino.

No ano que vem, as mulheres disputam uma competição oficial por lá pela 1ª vez.

Parte das classificadas para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2021 – foto: WSL

Vale lembrar que o surfe estreia como esporte olímpico em Tóquio.

Era para ser em 2020, mas esse ano realmente não merecia uma honraria como essa.

Então, Chiba espera pelos melhores do mundo em 2021.

O Brasil – se não houver nenhum caso de lesão – será representado pelos campeões mundial Ítalo Ferreira e Gabriel Medina no masculino, e Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima no feminino.

Tóquio-2021, tomara… rola de 23/7 a 8/8.

Ficaremos de olho.

@thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.