Todos de olho no WQS
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Todos de olho no WQS

Espanha recebe a 3ª etapa de 10 mil pontos da temporada

Thiago Blum

01 de setembro de 2019 | 13h34

Weslley Dantas: campeão da etapa de Pantin no ano passado – foto: WSL

Depois do longboard, as pranchinhas.

E a Playa Pantin continua como a principal casa da WSL por mais uma semana.

Em ação, o ‘Galícia Classic Surf Pro’, mais uma parada 5 estrelas do circuito mundial da divisão de acesso. Terceiro dos 6 eventos do ano valendo premiação máxima de 10 mil pontos para os campeões no masculino e feminino.

Upgrade em relação a 2018, quando a etapa valia 6 mil para as mulheres e 3 mil para os homens.

A havaiana Coco Ho e o brasileiro Weslley foram os campeões e defendem o título.

Weslley Dantas nos braços da galera em Pantin no ano passado – foto: WSL

A competição masculina começa nesta segunda-feira.

E o time verde e amarelo vai com tudo para o litoral norte espanhol.

No round 1 serão apenas 4 representantes entre os 32 atletas.

Mas a partir da 2ª fase, o nosso batalhão – com mais 22 – vai ser maioria.

Entre eles, vários nomes da elite.

Classificados entre os 10 melhores do atual ranking do WQS, Jadson André, Yago Dora e Deivid Silva estão confirmados na chave.

Peterson Crisanto, Jesse Mendes, Michael Rodrigues e Alex Ribeiro – 3º colocado no geral –  também.

Alejo Muniz – foto: WSL

Uma das boas notícias é o retorno de Alejo Muniz, que não competia desde o começo do ano por causa de uma grave lesão no joelho.

Ian Gouveia, Miguel Pupo, Wiggolly Dantas e Tomas Hermes também vão buscar pontos de olho no retorno  ao WCT.

Silvana Lima avança para a 3ª fase do QS 10 mil na Espanha – foto: WSL

As mulheres deram a largada hoje nas ondas galegas.

Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima estrearam bem.

Terminaram em primeiro nas suas baterias de 4 atletas e avançaram par o round 3.

Na elite, Tati ocupa a 8ª posição após 6 das 10 etapas do calendário.

Apenas em 13º, Silvana necessita dos pontos do QS para manter boas chances de seguir entre as melhores em 2020.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.