Verão antecipado
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Verão antecipado

Campeã da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro divide a vida entre o Brasil e o Havaí

Thiago Blum

27 de outubro de 2020 | 19h52

Bianca Summer Macedo – foto: Daniel Smorigo

Desculpem o trocadilho.

Mas quando a luz da ideia bate na cabeça… tem que publicar.

O nome da fera é Bianca Summer Macedo… e a nova estação está logo ali.

Hoje, na abertura do ‘CBSurf Pro Tour’, a havaiana-brasileira deixou a concorrência pra trás.

Virou na última onda.

Conquistou a etapa realizada na Praia Grande, em Ubatuba.

E faturou R$ 12 mil, além de 1000 no ranking.

Aos 20 anos, Summer foi uma das representantes do estado do Rio de Janeiro.

Sophia Medina – foto: Daniel Smorigo

Na decisão, deixou a cearense Yanca Costa em segundo lugar.

Local de Ubatuba, a experiente Suelen Naraísa de com 36 anos, ficou em terceiro.

Sophia Medina, irmã do bicampeão mundial Gabriel Medina, fechou o pódio. Com apenas 15 anos, ela fez sua primeira final como profissional.

“Venho treinando bastante e agora quero buscar esse título brasileiro, que será bem importante, porque aqui tem muita atleta boa”, falou a dona do troféu, namorada do campeão sul-americano da WSL, João ‘Chumbinho’ Chianca.

Suelen Naraísa – foto: Daniel Smorigo

Irmã dos tops Wiggolly e Weslley Dantas, Suelen Naraísa superou adversárias com até menos da metade de sua idade, e aprovou a performance.

“Fazia um tempo que eu não competia, um tempo maior que eu não ia para uma final, mas esse ano de pandemia foi muito bom de treino. Vim para me divertir, em casa, com a família toda aqui. Estava precisando dessa motivação e fiquei feliz com a terceira colocação e com esse evento maravilhoso que está acontecendo e as coisas voltando a funcionar”.

Silvana Lima – foto: Daniel Smorigo

Outra craque veterana que deu as caras em Ubatuba foi Silvana Lima.

Uma das principais representantes do nosso surfe feminino pelo mundo, a cearense – que vai estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio – parou nas quartas de final, fechando a participação no 9º lugar.

Com o fechamento da chave feminina, fica a atenção agora para os homens.

A primeira etapa do “Brasileirão” rola até quinta-feira.

por @thiago_blum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.