NO ESTADO – Bia Figueiredo e a superação para chegar à Fórmula Indy

miltonpazzi

27 de abril de 2011 | 07h30

SÃO PAULO – Ser piloto profissional é algo que, por ano, somente dois ou três conseguem, num país que tem 190 milhões de pessoas como o Brasil. Se for mulher, então, é ainda mais difícil. Há uma exceção, apenas uma, que é um exemplo de superação: Bia Figueiredo. Aos 26 anos, ela conseguiu um contrato para todas as corridas de 2011 da Fórmula Indy.

Entrar no carro da equipe Dreyer&Reinbold neste fim de semana no circuito de rua do Anhembi é a realização de um sonho…

Leia a história completa (publicada nesta quarta-feira no jornal O Estado de S. Paulo) clicando aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.