Notas do dia – 2 horas de Piquet com a FIA

miltonpazzi

17 de outubro de 2009 | 18h43

Foto: Luca Bruno/APSÃO PAULO – Nelson Piquet (Foto: Luca Bruno/AP) esteve novamente no escritório da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) nesta sexta-feira de GP do Brasil 2009. Ficou duas horas dentro da sala com Bernie Ecclestone, que saiu no meio deste tempo, e com Pasquale Lattuneddu, braço direito do chefão na entidade. Saiu de lá sem falar com os jornalistas, com o telefone celular no ouvido. Discutiu a situação do filho e o futuro na Fórmula 1. Só parou para tirar algumas fotos.

++++ Felipe Massa é disparado o piloto mais popular entre os torcedores. Onde aparece é ovacionado. Em todos os instantes que circulou pelo paddock, parou para atender a todos os pedidos de autógrafos.

++++ Martin Whitmarsh e Stefano Domenicali, chefões de McLaren e Ferrari, se reuniram por uma hora no escritório do italiano nos boxes, após a entrevista coletiva que participaram com Hamilton e Massa. Discutiam o futuro de, talvez, Kimi Raikkonen? Nada falaram.

++++ O finlandês Kimi Raikkonen não costuma sorrir muito em suas andanças pelo paddock, mas nesta sexta-feira ele abriu uma exceção. Depois do segundo treino livre, foi visto em conversa animada com Mario Theissen, diretor da BMW. Os dois andaram pela área atrás dos boxes e se deixaram fotografar livremente. O assunto pode ser o futuro do finlandês, dispensado pela Ferrari. Mas talvez eles estivessem apenas marcando o lugar da festa de aniversário de Kimi, que completa 30 anos no sábado.

++++ Não é apenas de pilotos de Fórmula 1 que vive o paddock de Interlagos. Competidores de outras categorias também circulam pelo circuito, seja para tentar uma vaga em 2010, ou para acompanhar amigos de outros tempos. Nesta sexta-feira, Cacá e Popó Bueno, da Stock Car, marcaram presença. Bruno Senna, que caça um lugar na F-1, também esteve no circuito.

++++ Mário Moraes, piloto brasileiro na Fórmula Indy, é outro que passou a tarde no Autódromo de Interlagos. Foi conhecer e se apresentar às equipes. (com Thiago Arantes, da Agência Estado)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.