Pista de Caruaru tem um problema: sem áreas de escape, por causa da chuva

miltonpazzi

13 de maio de 2011 | 10h27

CARUARU – O Autódromo Aurélio Batista Félix recebe os caminhões da Fórmula Truck neste fim de semana e todos já tem uma recomendação: evitar atitudes na pista que os levem para fora do asfalto. É que, com as chuvas que caíram na cidade pernambucana no último mês as áreas de escape ainda estão alagadas. Ou seja, virou um charco. E o caminhão que for para lá não sai. E deve quebrar.

Numa volta pelos 3.180 metros do circuito (anti-horário) com o diretor de prova indicado pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), Carlos Montagner, foi possível avaliar os pontos críticos: as duas curvas pós-retão, dois pontos de ultrapassagem. O asfalto, que é velho e bastante poroso, vai causar bastante desgaste de pneus. E a ondulação que existe deixará bastante gente com dores. Mas isso não impedirá a realização da prova.

20110513-130137.jpg

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.