Pontos do primeiro treino livre

miltonpazzi

16 de outubro de 2009 | 12h14

SÃO PAULO – Notas a constar da primeira sessão livre do GP do Brasil 2009 de Fórmula 1:

  • A Brawn GP aproveitou a sessão para apenas avaliar ajustes do BGP001. E Barrichello esboçou andar rÁpido, quando cravou sua melhor volta. Mas a Red Bull já dá sinais de estar melhor.
  • Os testes fazem falta para os novatos. Liuzzi (que jÁ correu na F-1 mas volta após mais de um ano), Alguersuari, Kobayashi e Nakajima rodaram bastante e fritaram pneus. Com a pista úmida, sofreram ainda mais.
  • Existe a expectativa de chuva, mas quando ela caiu nesta primeira sessão ninguém ficou na pista. Por quê? Não ajuda em nada treinar com chuva. E a aposta é de que ela caia na pista na parte final da corrida. A probabilidade de acontecer é de 80% até o momento.
  • Como de costume nas sextas (as pessoas trabalham, obviamente), público pequeno para os quase 70 mil lugares disponível no Autódromo de Interlagos. A única minifestação ouvida foi quando Felipe Massa apareceu nos boxes da Ferrari – e nos telões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: