Robert Kubica não deve correr na Fórmula 1 em 2011 e Lotus Renault busca substituto

miltonpazzi

07 de fevereiro de 2011 | 00h43

SÃO PAULO – O grave acidente que o polonês Robert Kubica sofreu na prova de rali que disputava na Itália vai tirá-lo da temporada 2011 da Fórmula 1. O maior problema é a gravidade das lesões no braço direito, principalmente na mão, que precisou ser revascularizada. Os médicos vão aguardar uma semana para dizer se está tudo ok com o membro.

A torcida é toda para que ele se recupere plenamente. Kubica é um bom exemplo de como uma pessoa deve ser, ainda mais um esportista.

Por causa disso, a Lotus Renault já se preocupa em buscar um substituto para ocupar o R31. Bruno Senna, que assinou recentemente como piloto de testes, é uma opção, mas não a principal, até o momento. Romain Grosjean (FRA) é outro reserva. Pesa para o brasileiro a pouca experiência: apenas uma temporada na F1, assim como o russo Vitaly Petrov, o outro titular do time franco-inglês.

Como a equipe busca evoluir, não será surpresa se algum veterano for contratado. Não arrisco nomes neste momento. Preferia ver Senna tendo a oportunidade neste cockpit.

O caso deve ter uma solução rápida, pois os times voltam a fazer testes em 10 de fevereiro, em Jerez de lá Frontera, na Espanha.

Você pode ler mais sobre o acidente e os problemas de Robert Kubica clicando aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.