Freguês dos Estados Unidos

Estadão

23 de abril de 2011 | 12h22

Que dureza é jogar contra os Estados Unidos no vôlei de praia. Na sexta, com Juliana e Larissa, o Brasil teve que se desdobrar para vencer as quase imbatíveis Walsh e May. Mas duas vitórias consecutivas seria demais. E, neste sábado, no masculino, Alison e Emanuel foram superados por Todd Rogers e Phil Dalhausser por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/13.

Os norte-americanos ficaram, pelo segundo ano consecutivo, com o título da etapa brasileira do Circuito Mundial, disputada em Brasília. E faturaram o sexto triunfo em sete confrontos contra Alison e Emanuel.

Assim como Walsh e May, Rogers e Dalhausser já se tornaram um pesadelo na vida das duplas brasileiras. Nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, levaram a medalha de ouro após vitória sobre Márcio e Fábio Luiz na decisão.

Após a partida deste sábado, Emanuel reconheceu a superioridade dos rivais. Disse que a dupla dos EUA sabe dosar melhor o ritmo durante o jogo. O Brasil gastou energia demais ao tentar se recuperar no primeiro set. Com isso, levou um baile na segunda parcial.

Agora, é pensar nas próximas competições. No início de maio, tem a etapa de Xangai (China) do Circuito Mundial. Mas está claro que os brasileiros ainda precisam aprender a jogar contra os norte-americanos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.