Panorama da Superliga

Estadão

18 de abril de 2011 | 08h12

A reta final da competição mais importante do voleibol nacional promete duelos emocionantes. No masculino, a decisão já está marcada para o próximo domingo, dia 24, às 10 horas, no Ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. Pelo título, em jogo único, estarão em quadra Sesi-SP e Sada/Cruzeiro.

O time paulista é o melhor do torneio e conta com craques famosos como Murilo e Serginho. No entanto, não pode ser considerado franco favorito, pois terá pela frente um adversário que cresce a cada jogo, e ainda contará com o apoio de sua fanática torcida – o público fez a diferença nos duelos da semifinal diante do Vôlei Futuro em Contagem (MG).

No feminino, o Unilever passou fácil pelo Pinheiros/Mackenzie, e está na final, pelo sétimo ano seguido. Do outro lado, se enfrentam Sollys/Osasco e Vôlei Futuro. O primeiro jogo da série melhor de três ainda não aconteceu, e nem tem data marcada. As equipes jogariam na terça da semana passada, mas um acidente com o ônibus da equipe de Araçatuba impediu a realização do confronto.

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) deve se pronunciar nesta semana sobre o caso. As jogadoras do Vôlei Futuro se recuperam das escoriações que sofreram no acidente e já voltaram a treinar. O caso mais grave é o da líbero norte-americana Stacy Sykora. Ela sofreu um traumatismo cranioencefálico, segue internada na UTI do hospital Sírio-Libanês, e está fora do torneio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.