Stacy Sykora fará falta ao Vôlei Futuro; Osasco é favorito

Estadão

19 de abril de 2011 | 16h34

Depois do susto com o acidente de ônibus no último dia 12, é hora de Sollys/Osasco e Vôlei Futuro voltarem a pensar em vôlei. Nesta quarta-feira, às 17 horas, as duas equipes se enfrentam no Ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), na primeira partida pela semifinal da Superliga feminina. O confronto será disputado em melhor de três, e o vencedor pega o Unilever, que já está na final e acompanhará o duelo de camarote.

O jogo desta quarta terá grandes estrelas em quadra, mas uma ausência será bastante sentida pelo time de Araçatuba (SP). A norte-americana Stacy Sykora levou a pior na queda do veículo do Vôlei Futuro e está fora da Superliga. Ela se recupera bem após sofrer um traumatismo cranioencefálico, mas ainda não sabe quando poderá voltar a jogar.

Stacy vinha sendo um dos principais pilares da boa campanha da equipe no torneio. No Mundial do ano passado, defendeu os Estados Unidos e foi eleita a melhor líbero da competição. Contratada pelo Vôlei Futuro, se adaptou rapidamente ao Brasil e conquistou logo as colegas e a torcida.

Além de fazer evitar vários pontos das adversárias durante as partidas, Stacy ajuda as companheiras com a experiência de quem já disputou três Olimpíadas. Isso só aumenta a responsabilidade de Stephanie, filha do treinador William, que terá a missão de substituir a norte-americana.

As outras estrelas do time, como Paula Pequeno, Fabiana e Joycinha, estão recuperadas e prontas para o jogo. E prometem dar trabalho ao rival, que conta com um time sólido e recheado de craques como Natália, Thaísa, Sassá e Jaqueline.

O fato é que teremos um jogão. Quem puder, apesar do horário inconveniente, compareça ao José Liberatti. Outra opção é acompanhar o confronto pelo SporTV.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.