Timaço para recuperar a hegemonia

Estadão

17 de maio de 2011 | 07h54

A Cimed perdeu a sua hegemonia no vôlei nacional na última Superliga. Atual tricampeã, decepcionou a torcida e caiu nas quartas de final diante do Vôlei Futuro. Mas já parece disposta a se recuperar e acaba de selar parceria com a Sky (leia mais aqui) para não deixar escapar a edição 2011/12 da competição.

Além de manter o levantador Bruninho, que era cobiçado pelo RJX, novo time do Rio de Janeiro que conta com o investimento do empresário Eike Batista, trouxe Giba e Gustavo, que estavam no Pinheiros.

Marcos Pacheco segue como treinador da equipe, que ainda tem outras estrelas com nível de seleção brasileira, casos de Eder e João Paulo Tavares.

A Cimed está forte, pronta para fazer frente ao atual campeão Sesi-SP. Se este grupo ‘der liga’, como se costuma dizer na gíria do esporte, os títulos estarão próximos de voltar a Florianópolis.

(Foto: Vagner Medeiros/Divulgação)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.