Daytona: chuva interrompe a prova

Daytona: chuva interrompe a prova

Chuva ganha intensidade e comissários exibem bandeira vermelha. Carros estão parados no grid.

Wagner Gonzalez

27 de janeiro de 2019 | 10h45

A quebra do recorde extraoficial e o forte ritmo das 12 primeiras horas fez muita gente apostar que as 24 Horas de Daytona teria um novo recorde de distância percorrida. A chuva que caiu na 15a hora impediu que a previsão fosse transformada em fato consumado. Pior que isso: quando esperava-se que o Pace Car retornaria aos boxes e a prova voltasse a ser disputada sob bandeira verde a chuva aumentou e os comissários desportivos decidiram interromper a prova. Não há previsão de quanto tempo a corrida será interrompida; os carros permanecem parados no pit lane e seus respectivos pilotos a bordo (foto de abertura, IMSA)

Um acidente, sem maiores consequências, por volta das 06:10 da manhã (09:10 pelo horário de Brasília), levou os organizadores da prova a acionar o Pace Car para facilitar o processo de secagem da pista, algo que emprega uma pick-up com um soprador que lembra a turbina de um Boeing 737 de primeira geração e um caminhão médio,

Em tal cenário não houve modificação nas posições na pista, já que com o Pace Car na pista é proibido ultrapassar. A previsão mais otimista indicava bandeira verde em 15 minutos e a mais realista em meia hora. Nenhuma das duas provou ser correta. A previsão meteorológica indica fortes chuvas até por volta as 9 horas locais, meio-dia de Brasília.

 

Posições atuais:

1) Fernando Alonso/Taylor/Renger van der Zander/Kamui Kobaiashi, Cadillac, 521 voltas;

2) Juan Pablo Montoya/Dane Cameron/Simon Pagenaud, Acura #6;

3) Hélio Castro Neves/Ricky Taylor/Alexander Rossi, Acura #7;

4) Felipe Nasr/Pipo Derani/Eric Curran, Cadillac #31;

6) Rubens Barrichello/Tristan Vautier/Misha Golkberg/ Delvin De Francesco, Cadillac, a 7 voltas;

10) Christian Fittipaldi/João Barbosa/Filipe Albuquerque, Cadillac, a 19 voltas;

16) Augusto Farfus/Connor De Phillipi/Phillip Eng/Colton Herta, BMW, a 22 voltas;

24) Bia Figueiredo/Catherine Legge/Simona De Silvestro/Christina Nielsen, Acura, a 32 voltas;

29) Felipe Fraga/Jeroen Bleekemolen/Luca Stolz/BenKeating, Mercedes-AMG, a 33 voltas;

32) Chico Longo, Marcos Gomes/Victor Franzoni/Andrea Bertolini, Ferrari 488, a 34 voltas;

43) Daniel Serra/Paul Della Lana/Pedro Lamy/Mathias Lauda, Ferrari, a 140 voltas, abandonou.

Tudo o que sabemos sobre:

24 Horas de DaytonaChuva interrompe prova

Tendências: