F-1 retorna a Interlagos

F-1 retorna a Interlagos

O Autódromo José Carlos Pace volta a receber a F-1. Com três pontos a mais em jogo, competição terá ares de batalha campal entre Max Verstappen e Lewis Hamilton

Wagner Gonzalez

09 de novembro de 2021 | 12h13

Briga entre Red Bull e Mercedes esquenta a cada curva (Red Bull-Getty Images)

O Autódromo José Carlos Pace volta a receber a F-1 esta semana após o cancelamento da etapa de 2020 devido aos efeitos da pandemia do Covid 19. Agora batizada de Grande Prêmio de São Paulo, a competição terá ares de batalha campal entre os dois protagonistas desta temporada, Max Verstappen e Lewis Hamilton. Com a vitória obtida na Cidade do México, domingo, o holandês soma 312,5 pontos, 19 a mais que o inglês. Principais coadjuvantes no atual campeonato, Ferrari e McLaren estão em briga acirrada pelo terceiro lugar entre os Construtores e já trocaram de posição várias vezes desde março, quando aconteceu o primeiro deste ano, no Bahrain.

Ultrapassagem arrojada garantiu a vitória de Verstappen (E) no GP do México (Red Bull-Getty Images)

A atual liderança de Verstappen poderia ser mais folgada caso o acidente entre ele e Hamilton no GP da Grã-Bretanha tivesse sido apenas um pesadelo. No início da corrida disputada dia 18 de julho, em Silverstone, o piloto da Mercedes não evitou um toque contra o carro da rival Red Bull e saiu no lucro. Max bateu forte, abandonou a prova e passou um bom tempo sob observação no hospital de Northampton; Lewis seguiu em frente, venceu a corrida e iniciou uma remontada no campeonato que na corrida seguinte o levaria à liderança do Campeonato. Ânimos serenados, pouco a pouco Verstappen reverteu a situação e agora a equipe anglo-austríaca está a apenas um ponto de superar a rival Mercedes.

Bottas (E) vai para a Alfa Romeo-Sauber na temporada de 2022 (Mercedes)

Nessa disputa aparece a importância do conceito de equipe que o automobilismo desperta: os dois segundos pilotos envolvidos apresentam um padrão irregular de resultados. Tanto o finlandês Valtteri Bottas (terceiro no campeonato de pilotos, com 185 pontos) quanto o mexicano Sérgio Pérez (quarto, 165) não convertem em resultados suas habilidades e o potencial dos seus carros. Uma análise rasa da situação dá vantagem à Red Bull: Bottas não continua na equipe em 2022 enquanto Pérez já foi confirmado para seguir como companheiro de Verstappen.

Verstappen e Pérez seguem juntos na red BUll em 2022 (Red Bull- Getty Images)

Além dessa disputa o GP de São Paulo tem outra atração: na tarde e sábado será disputada a terceira Sprint Race do ano, uma corrida de 100 km que define o grid de largada e distribui 3, 2 e um ponto para o primeiro, segundo e terceiro colocados, respectivamente. O total de 29 pontos em jogo torna a etapa de Interlagos mais importante para as equipes e pilotos e muito mais interessante para os entusiastas do esporte.

Siga-nos no Instagram

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.