Filho de Matador consolida nova McLaren

Filho de Matador consolida nova McLaren

Sainz Jr muda para Woking com bagagem que muda imagem de seu novo time.

Wagner Gonzalez

16 Agosto 2018 | 15h28

Longe de ser uma notícia bombástica, a confirmação do espanhol Carlos Sainz Jr como piloto da equipe McLaren para 2019 e alguns anos mais consolida uma nova fase da equipe que há muito praticava a escolha de seus pilotos pelo curriculum e não por imposições do momento ou do fluxo de caixa. Não se trata de desmerecer o talento do filho de Carlos Sainz, piloto que ficou conhecido como “El Matador” por suas incontáveis vitórias no mundo do rally e do cross-country: quando seu rebento dividiu a Toro Rosso com o holandês Max Verstappen o holandês, guindado à condição de primeiro piloto da Red Bull em 2019, não teve vida fácil.

O que se pode ler no comunicado emitido esta manhã pela McLaren pós-Ron Dennis é a capitalização das vantagens que um piloto caro à Renault pode trazer para uma equipe que precisa otimizar o seu fluxo de caixa e o faz de maneira arriscada, posto que o espanhol ainda não convenceu seus críticos de que é um piloto de ponta e capaz de liderar uma equipe. Trocando em miúdos, aceita-lo como substituto de Fernando Alonso agrada ao seu fornecedor de motor, garante uma parceria duradoura e importante para a recuperacão da equipe e atrai investidores e patrocinadores da Espanha: espere ver a Estrella Galícia como apoiador da McLaren em 2019…

Possíveis companheiros: alto/esq: Vandoorne, Perez, Marleov. Embaixo: Norris, Latifi, Grosjean, Kimi.

A segunda vaga da equipe ainda é motivo de muita especulação: aposta-se pouco na manutenção do Stoffel Vandoorne, algumas fichas a mais no anúncio de que o escolhido será o inglês Lando Norris e ninguém descarta que um piloto com bons dotes financeiros, como o russo Artem Markelov torne-se um concorrente considerado ao segundo carro da equipe. Romain Grosjean (cuja permanência na Haas é dúbia), até mesmo o canadense Nicholas Latifi (cujo pai tem 10% das ações da McLaren) e Kimi Räikkönen (que disputa com Charles Leclerc o segundo carro da Ferrari e para muitos é o favorito) são nomes que vão aparecer nas bolsas de apostas do mundo inteiro. Por enquanto o máximo que a McLaren diz é que a composição final do time para 2019 será anunciada “in due course”, entenda-se “no momento oportuno”..

Curiosa diferença nos sites da McLaren: à esquerda o dedicado ao gupo, à direita o de mídia.

Não deixa de ser curioso que a primeira página do site do grupo McLaren traz o comunicado que anuncia a contratação de Sainz Jr em destaque, algo que não acontece com o site dedicado à mídia. Culpa do estagiário?

Mais conteúdo sobre:

Carlos Sainz JrMcLaren 2019