Início da temporada se aproxima e movimenta F-1

Início da temporada se aproxima e movimenta F-1

Alpine e Ferrari de olho no futuro, Pietro confirmado na Haas e Kanaan confirmado na Stock Car.

Wagner Gonzalez

23 de fevereiro de 2021 | 11h05

Alpine e Ferrari de olho no futuro, Pietro confirmado na Haas e Kanaan confirmado na Stock Car

Pietro Fittipaldi foi confirmado para mais uma temporada com piloto reserva e de testes na equipe Haas (Haas)

A temporada 2021 da Fórmula 1 será inaugurada em aproximadamente um mês: primeira etapa do ano, o GP do Bahrein, está confirmado para o dia 28 de março no circuito de Sakhir. Em meio à apresentação dos modelos para a série de 23 etapas que termina com o GP de Abu Dhabi (5/12), a bandeira brasileira será destacada pela renovação do contrato de Pietro Fittipaldi (foto de abertura/Haas) com a equipe Haas, onde o brasileiro ocupa o posto de piloto reserva e de testes. No que toca ao GP do Brasil a a corrida prevista para o dia 7 de novembro ainda segue ameaçada por burocracia e disputas políticas geradas pelos valores e compromissos assumidos pelos governantes paulista e paulistanos.

Indiferente a uma querela que perpetua a interminável reforma do Autódromo de interlagos, equipes e fabricantes seguem trabalhando tanto para 2021 quanto para 2022.  A boa notícia para o Brasil passa pela instabilidade de um piloto russo: circularam na Europa rumores que a empresa BWT teria preterido apoiar a Haas em função da imagem politicamente incorreta de Nikita Mazepin. Indiferente às negociações paralelas entre a antiga apoiadora da Racing Point e a equipe Williams, a renovação de Pietro no posto de piloto reserva mantém acesa a chama de novas apresentações do neto de Emerson nos grids da F-1.

Red bull divulgou imagens do R16B, modelo que será usado por Max Verstappen e Sérgio Pérez (Red Bull)

Hoje a Red Bull apresentou imagens do RB 16B, carro que muitos enxergam como a arma que vai interromper a epidemia de títulos, vitórias e pole positions deflagrada pela equipe Mercedes desde 2014. A manutenção de Max Verstappen – vencedor da última corrida de 2020 -, e a chegada de Sérgio Pérez é um reforço significativo. Mais combativo e regular que seu antecessor Alex Albon, o mexicano tem dois compromissos tácitos: mostrar que é mais regular que o anglo-tailandês e que o carro da Red Bull não foi feito sob medida para o estilo de pilotagem do holandês.

Alfa Romeo C41 é a esperança do time italiano-suíço para melhores dias (Alfa Romeo-Orlen)

Outra equipe que apresentou seu carro 2021 é a Alfa Romeo/Sauber: o C41, que tal qual seus rivais no asfalto é uma releitura dos monopostos usados em 2020: para contornar os problemas causados por uma temporada prejudicada pelo Coronavírus ficou estabelecido que os projetos do ano passado seriam usados por mais um ano. Mais do que qualquer outra coisa, a medida foca em conviver com caixas mais baixos. Também por isso a maior novidade dos novos carros é a pintura, como se pode notar na apresentação do AlphaTauri AT02, igualmente apresentado na semana passada.

AlphaTauri AT02 é mais uma releitura dos carros de 2020, soluçnao em tempos de vacas magras (Red Bull)Olhando para o futuro Alpine e Ferrari trabalham em frentes diferentes. O time francês, até o ano passado era conhecida como Renault, anunciou os nomes de sua academia de pilotos num programa que envolve F-3 e F-2. No primeiro grupo o brasileiro Caio Collet e o francês Victor Martins vão completar a formação da equipe MP Motorsport, que também inscreverá o holandês Tijmen van der Helm. No segundo grupo o chinês Guaniy Zhou, o dinamarquês Christian Lundgaard e o australiano Oscar Piastri disputam a F-2 por três times diferentes, respectivamente Uni-Virtuosi, ART Grand Prix e Prema. Zhou, grande aposta do grupo Renault para a F-1, terá como companheiro de equipe o brasileiro Felipe Drugovich, destaque da temporada 2020. Ainda na categoria de acesso, o brasileiro Guilherme Samaia foi confirmado na equipe Charouz e espera se recuperar de uma temporada marcada por muitos problemas.

Caio Collet segue como aposta da Renault para a F-1 e agora faz parte da Alpine Academy (Alpine)

No plano técnico a Ferrari já deu um passo importante para projetar o seu modelo de 2022: ontem o monegasco Charles Leclerc completou 110 voltas no circuito de Jerez de la Frontera a bordo de um chassi SF-90 de 2019 devidamente adaptado para receber rodas e pneus de aro 18”. Este equipamento que substituirá os conjuntos atuais de aro 13” teve sua adoção postergada de 2021 para 2022, novamente por razões econômicas. O espanhol Carlos Sainz está escalado para a agenda desta terça-feira, que inclui avaliação de pneus de chuva. Amanhã serão usados pneus com composto específico para provas de piso seco.

Kanaan de volta

Tony Kanaan participa de três categorias em 2021 e ainda disputará o Ironman (Duda Bairros)

Um dos pilotos mais admirados dos paddocks por onde passa, Tony Kanaan confirmou o que já era comentado há tempos no ambiente da Stock Car brasileira: o piloto nascido em Salvador e desde criança radicado em São Paulo vai disputar a temporada 2021 dessa categoria com um Toyota Corolla preparado pelo Maurício Ferreira para a equipe Texaco Racing.

“É uma fase nova da minha vida. A Stock Car, nunca foi segredo pra ninguém, era uma categoria que eu gostaria de disputar. Vamos chegar numa das melhores equipes da Stock Car e apoiado pela Texaco, um patrocinador lendário na categoria” declarou Kanaan, que ainda disputará quatro provas em ovais na temporada de F-Indy pela equipe Ganassi, as seis etapas da SRX (que utiliza carros semelhantes aos da Nascar e ovais curtos) e sua paixão por provas do estilo Ironman.

 

Siga-nos no Instagram 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.