Toro Rosso vai amadurecer na temporada

Toro Rosso vai amadurecer na temporada

Projetista tem roteiro de desenvolvimento para 2017. Equipe deixa de ser laboratório de pilotos. Sainz e Kvyat são mantidos

Wagner Gonzalez

26 Fevereiro 2017 | 16h28

Criada para funcionar como incubadora de jovens pilotos, a Toro Rosso vai aos poucos abandonando essa condição: o novo STR12 apresentado hoje, em Barcelona, aposta em um conjunto mais competitivo e bem trabalhado para seus pilotos Carlos Sainz (que começa a terceira temporada no time júnior da Red Bull) e Daniil Kvyat (inicia sua segunda), apostas mais seguras e apropriadas para um investimento que chega à casa da centena de milhões de dólares. De acordo com o diretor técnico James Key, a continuidade de ambos e da unidade de potência fornecida pela Renault determinaram o programa do time para este ano:

O novo STR12 traz linhas limpas e adota o famoso Duto S, entre o bico e o monocoque (JCC)

O novo STR12 traz linhas limpas e adota o famoso Duto S, entre o bico e o monocoque (JCC)

“Ao manter os pilotos e a unidade de potência, que deve melhorar ainda mais para este ano, o chassi é a grande interrogação deste ano. Assumimos grandes riscos para o calendário de 2017 e adotamos uma estratégia focada no desenrolar das 20 corridas desta temporada. Acredito que teremos um ano dos mais ocupados e que temos muito para descobrir no que diz respeito ao aumento de desempenho”.

Carlos Sainz foi escolhido para registrar as primeiras voltas do STR12 (JCC)

Carlos Sainz foi escolhido para registrar as primeiras voltas do STR12 (JCC)

O austríaco Franz Tost, diretor esportivo do time que funciona com a estrutura criada por Gian Carlo Minardi, está otimista e acredita que esta temporada tem tudo para agradar os fãs da F-1:

A traseira reforça a boa fluidez sugerida pela frente do carro (JCC)

A traseira reforça a boa fluidez sugerida pela frente do carro (JCC)

“O regulamento sofreu uma das maiores mudanças dos últimos tempos e, trocando em miúdos, os carros mais largos, mais baixos e barulhentos, usando pneus mais largos e aderentes, vão proporcionar corridas mais disputadas.”