Uma dúzia de brasileiros em Daytona

Uma dúzia de brasileiros em Daytona

Wagner Gonzalez

26 Janeiro 2019 | 23h13

Parece até festa de família: nada menos de doze brasileiros estão participando da edição 2019 das 24 Horas de Daytona, competição que abre a temproada 2019 da categoria Resistência (Endurance em inglês), neste final de semana. Além de Christian Fittipaldi, um dos favoritos para a vitória a bordo do seu Cadillac DPi-V-R, #5), a lista de inscritos inclui os nomes de Helio Castro Neves (Acura ARX-05 DPi, #7), Felipe Nasr, Pipo Derani (ambos no #31), Rubens Barrichello (Cadillac DPi V-R #85) Augusto Farfus (BMW M8 GTE #25), Chico Longo, Marcos Gomes, Victor Franzoni (todos no Ferrari  488 GT3 #13), Felipe Fraga (Mercedes-AMG GT3 #33), Daniel Serra (Ferrari 488 GT3 #51) e Bia Figueiredo (Acura NSX GT3 Evo #57). O fotógrafo José Mário Dias conseguiu reunir todos para uma foto antológica.

A categoria DPi é a que reune os carros mais rápidos da prova e é aberta a carros construídos especialmente para competição, usando carroceria que remetem à aparência de modelos de uma determinada marca e motores atmosféricos de preparação praticamente livre. A classe LMP2 usam protótipos que também disputam o Campeonato Mundial de Endurance (WEC) e motores V8 de 4 litros. Os carros da categoria GTLM reúne modelos de competição de carros esportivos e reúne, em Daytona, automóveis BMW M8 GTE, Corvette CR 7, Ferrari 488 GTE, Ford GT e Porsche 911 RSR. Na categoria GTD participam modelos que se enquadram na categoria FIA GT3; em Daytona participam modelos Acura NSX GT3 Evo, Audi R8 LMS GT3, BMW M6 GT3, Ferrari 488 GT3, Lamborghini Hurácan GT3 Evo, Lexus RC F-GT3, Mercedes-AMG GT3 e Porsche 911 GT3 R.