Aos 88 anos, morre “seo” Carollo

Wilson Baldini Jr.

18 de fevereiro de 2012 | 18h11

Mais uma terrível notícia para o mundo do boxe. Morreu neste sábado, aos 88 anos,  Antonio Carollo, um dos maiores treinadores do boxe brasileiro em todos os tempos. Foi o técnico de Servílio de Oliveira na conquista do bronze, na Cidade do México, em 1968, única vez que a nobre arte brasileira subiu ao pódio olímpico. “Seo” Carollo esteve em outras quatro olimpíadas. Também foi treinador de Miguel de Oliveira, campeão mundial em 1975.

O que mais me impressionava no “seo” Carollo era a humildade. Só as grandes personalidades atingem tal estágio. Tinha uma paciência enorme para ensinar os segredos do boxe. Deixa muitas saudades.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.