Arum e Pacquiao protagonizam nova novela

Wilson Baldini Jr.

19 de maio de 2014 | 16h25

Começa mais uma novela no mundo do boxe. O tema principal é saber qual será o próximo rival de Manny
Pacquiao, dia 16 de novembro. A força do dinheiro leva a crer que Juan Manuel Marquez, após a vitória sobre Mike Alvarado, seja a principal oção. Os chineses querem ver o quinto duelo entre o mexicano e Pacman. Para isso, apresentam ao empresário Bob Arum uma oferta milionária, com direito a pay per view a US$ 10 a assinatura.

Marquez não está decidido e Arum já colocou um nome como plano B. Trata-se do russo Ruslan Provodnikov, que luta dia 14 de junho, contra Chris Algieri. Provodnikov e Pacquiao são grandes amigos, já recusaram outras ofertas por causa da amizade, mas agora parecem entusiasmados com as bolsas polpudas. O duelo seria interessante para Pacquiao, que poderia baixar para 140 libras, como quer seu téncico Freddie Roach.

Outra possibilidade é Arum aceitar um negócio inédito com a empresa Golden Boy, de Oscar De La Hoya. “Poderemos conversar para saber quais lutadores Oscar tem a disposição”, disse Arum. O nome do britânico Amir Khan interessa.

O mexicano Saul Canelo Alvarez já foi indicado por De La Hoya, mas o combate parece ser duro demais para Pacquiao, mesmo que o mexicano, campeão dos médios-ligeiros (154 libras) abaixe de peso.

E a última opção, bem distante, seria o sonhado embate com Floyd Mayweather. Mas esse parece que jamais será realizado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: