Camacho pode ficar paraplégico

Wilson Baldini Jr.

21 de novembro de 2012 | 15h17

Hector Macho Camacho foi submetido a um eletroencefalograma, cujo resultado será conhecido ao final da tarde. O ex-boxeador está em coma induzido e segue respirando com a ajuda de aparelhos.

Maria, mãe de Camacho, chegou ao hospital e foi informada pelo Dr. Ernesto Torres, chefe da UTI, de que seu filho corre o risco de ficar paraplégico. “Ele está desesperada, pois sabe que a situação é grave.”

O amigo de Camacho, que está com ele no Ford Mustang e acabou morto, foi identificado como Adrian Mojica Moreno.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.