Chisora e Haye falam muito, mas brigam pouco “no ringue”

Wilson Baldini Jr.

19 de fevereiro de 2012 | 15h04

O inconsequente Dereck Chisora não se limitou apenas em arrumar confusão com os irmãos Klitschko. Após a sua melancólica derrota para Vitali, o britânico Chisora discutiu e partiu para a briga com o comaptriota David Haye, ex-campeão mundial, durante a entrevista coletiva. Os dois rolaram no chão e Chisora acertou uma garrafada na cabeça de um dos integrantes da equipe de Haye.

Assustados, os empresários alemães, que sempre armam eventos espetaculares, afirmaram que deverão deixar de lado os pugilistas britânicos. Nada mais justo. Chisora é um bobalhão. Só sabe agredir com palavras ou covardemente. Dentro do ringue quase nada sabe fazer. Não merece atenção nenhuma.

É capaz dos ingleses colocarem Chisora e Haye frente a frente no ringue. Se eles pararem de falar, talvez tenhamos um pouco de luta. Não é desse tipo de promoção que o boxe precisa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.